Vendas a crédito de autos leves, motos e pesados novos e usados retornam a patamar pré-pandemia; em outubro de 2019, foram 569 mil unidades financiadas

As vendas financiadas de veículos em outubro de 2020 somaram 554 mil unidades, entre novas e usadas. Esse número representa um uma queda de -2,8% em relação a outubro de 2019 e engloba veículos novos e usados – incluindo motos, autos leves e pesados – em todo o País. Considerando apenas os meses de 2020, outubro teve o maior volume de financiamentos do ano.

Nas vendas a crédito de autos leves, o cenário foi de estabilidade, com queda de 0,7% em outubro na comparação com o mesmo mês de 2020, considerando unidades novas e usadas.

“Os impactos negativos observados nas vendas financiadas na comparação com 2019 se devem a menor quantidade de dias úteis em outubro deste ano. Desconsiderando esse fator, outubro confirma a tendência de recuperação do setor iniciada em agosto deste ano, o primeiro mês após o início da pandemia com impactos mais próximos da neutralidade em relação a 2019”, avalia Tatiana Masumoto Costa, superintendente de Planejamento da B3.

Os números são da B3, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), a maior base privada do País, que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

O novo nome e a governança da Stellantis entram em vigor

A Stellantis NV (NYSE / MTA / Euronext Paris: STLA) (“Stellantis”) anunciou ho…