A Ford anunciou suas novidades na CES, a maior feira de inovação do mundo, que vai até 9 de janeiro em Las Vegas, EUA. As novas tecnologias incluem conexão do carro com dispositivos domésticos inteligentes, a comunicação com drones para vistoria em áreas de emergência, avançados sensores para carros autônomos e sistemas que permitem controlar as funções do veículo remotamente.
 
O compartilhamento do SmartDeviceLink, software aberto usado no Ford SYNC AppLink para o acesso a aplicativos de smarpthones por comando de voz, foi outra importante iniciativa. Ele ganhou força para se tornar um padrão na indústria com a sua adoção pela Toyota. Outras marcas, como PSA Peugeot Citroen, Honda, Subaru e Mazda também estudam o seu uso, assim como fornecedores como a QNX Software Systems e UIEvolution.
 
 
“A Ford foi a primeira fabricante de veículos a ter uma presença importante na CES há nove anos e estamos orgulhosos de continuar esse legado de inovação”, disse Mark Fields, presidente mundial da Ford, no evento prévio para a imprensa. “À medida que desenvolvemos nosso plano Ford Smart Mobility, a CES é o ambiente perfeito para compartilhar nossas novidades nas áreas de conectividade, mobilidade, veículos autônomos, experiência do consumidor e análise de dados para melhorar a vida das pessoas e transformar o modo como o mundo se move.”
 
Carros e casas inteligentes
 
Entre as novidades que devem atrair maior atenção dos consumidores está a integração dos carros e casas inteligentes, com o acesso do sistema Ford SYNC a dispositivos domésticos de automação como Amazon Echo e Wink. Através dos comandos de voz do veículo, será possível controlar luzes, termostatos, sistemas de segurança, TV e outros equipamentos de casa pela internet. Isso inclui, por exemplo, programar a porta da garagem para abrir quando o carro estiver a certa distância, junto com o acendimento de luzes. Segundo uma pesquisa da Icontrol Networks, metade dos consumidores norte-americanos pretende comprar pelo menos um produto doméstico inteligente no próximo ano.
 
Outra tecnologia nova da Ford é o SYNC Connect, criado em parceria com a 4G LTE, que permite dar partida, travar, destravar, checar o nível de combustível e localizar o veículo remotamente pelo smartphone. O sistema estreia em meados deste ano com o novo Escape e depois será oferecido em todos os veículos da marca na América do Norte. O objetivo é ter 20 milhões de veículos equipados com ele até 2020, usando conexão de alta velocidade da AT&T.
 
 
Veículos e drones
 
A Ford também convidou os inovadores a participar de um desafio, desenvolvendo softwares para integrar a comunicação de veículos e drones usando as suas plataformas SYNC AppLink e Open XC, em parceria com a DJI, líder mundial em drones profissionais. O objetivo é criar um sistema para inspeção de áreas de emergência que poderá ser usado pelas Nações Unidas em caso de terremotos e tsunamis para chegar a áreas inacessíveis. O equipamento, instalado em uma picape Ford F-150, também poderá ser aplicado futuramente na agricultura, construção civil e outras áreas.
 
Para acelerar o desenvolvimento dos veículos autônomos a empresa está triplicando a sua frota de testes, para 30 Fusion Hybrid – a maior da indústria automotiva – que rodam em ruas dos estados da Califórnia, Arizona e Michigan. Entre outros avanços, esses veículos usam um novo tipo de sensor, chamado PUCK, que garante a precisão necessária para o mapeamento 3D em tempo real do ambiente ao redor do veículo.
 
A Ford também está expandindo as funcionalidades do sistema de conectividade SYNC para operar com o Apple CarPlay e o Android Auto, que permitem o acesso a mapas, mensagens, música e novos aplicativos.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

GM apresenta sua primeira picape 100% elétrica

HUMMER EV conta com potência estimada de 1.000 cv, baterias Ultium com autonomia superior …