A Ford está comemorando 80 anos de existência do seu Estúdio de Design nos Estados Unidos, responsável pela criação de grandes sucessos da indústria automobilística e inovações que continuam marcando época. Além de desenvolver novas técnicas e tecnologias que tornaram os veículos mais seguros, eficientes e confortáveis, nesse estúdio nasceram verdadeiros ícones como o Ford GT, o Mustang, o Thunderbird e o Ford 49.
 
A área de design foi montada em 1935 por Edsel Ford para desenvolver o estilo e funcionalidade dos veículos da marca. A criação da área é um dos marcos da história de mais de 100 anos da Ford, que pode ser contada pela evolução do design automobilístico. De suas pranchetas, saíram também sucessos atuais como o Edge, o Fusion, a F-150 e as novas gerações do Mustang e Ford GT. A área atraiu designers de outros setores, incluindo os de interior, e contribuiu para ampliar a convergência de tendências na indústria.
 
 
Uma visão radical dessa evolução pode ser vista quando se colocam lado a lado o pioneiro Modelo T e o novo Ford GT. Vários exemplos de inovações criadas nos Estúdios de Design da Ford continuam presentes nos carros de hoje, como os cintos de segurança, materiais alternativos e a pintura perolizada. Há também curiosidades, como o sistema de navegação que pode ser considerado o avô do atual GPS. Na história, introduziu diversas escolas e tendências de estilo, favorecendo a aerodinâmica e a interação da forma e função no design. Também avançou em outros campos da tecnologia para o uso prático e racional do automóvel, como foram as seguintes ações:
• Carro de soja (1941), trazendo a visão de sustentabilidade nos automóveis. Henry Ford uniu sua experiência em agricultura com o amor ao negócio automotivo quando criou o Soybean Car. 
 
• A pintura perolizada (1955), hoje largamente difundida, foi outro marco. A Ford criou um brilho novo quando apresentou o carro-conceito Futura com tinta perolizada. A empresa foi uma das primeiras a apresentar a nova técnica, que consistia em adicionar pérolas trituradas à tinta.
 
 
• Os primeiros cintos de segurança (1956) avançaram no conceito de segurança passiva. Eles foram lançados junto com o Sistema Lifeguard, desenvolvido pela Ford para proteção dos ocupantes dos veículos. 
 
• Teto rígido retrátil (1957) foi outro marco de design. Os tetos rígidos conversíveis não eram novidade na época, mas precisavam ser removidos e guardados fora do veículo. A Ford projetou um teto rígido que era rebatido automaticamente em apenas 40 segundos e guardado no porta-malas.
 
• Com o precursor do GPS (1964), a Ford deu o passo inicial para o desenvolvimento dos sistemas de navegação para automóveis, quase 30 anos antes da produção dos primeiros GPS. A novidade foi apresentada com o carro-conceito Aurora, na forma um mapa que se ajustava automaticamente à localização do veículo.
 
• O teto solar elétrico (1971) criou um sistema prático e funcional. A Ford modernizou o seu teto solar transformando o comando manual em elétrico, que garante acesso à luz do sol e ventilação extra ao toque de um botão.
 
 
• O acesso sem chave (1980) criou uma nova tendência, aperfeiçoada anos mais tarde. Pela primeira vez, a Ford introduziu o sistema de acesso sem chave, um teclado com cinco botões na porta do motorista para abertura por senha. Mais uma tecnologia que foi aprimorada e pode ser vista no atual Fusion, embutida na coluna.
 
• O suporte para copos (1984), uma comodidade simples mas então inexistente, hoje é obrigatória em qualquer veículo. A necessidade de porta-copos nasceu na década de 50, com a popularização dos restaurantes e cinemas drive-in nos Estados Unidos. Quase 30 anos depois, a Ford introduziu o primeiro porta-copos no Bronco 1984, item hoje presente no projeto de praticamente todos os carros.
 
• O sistema SYNC (2007) introduziu a conectividade e entretenimento nos automóveis na era da eletrônica. O Ford SYNC estreou em 2007 no Salão de Detroit. Ele permite ao motorista fazer e receber chamadas do celular, selecionar músicas e outras funções por comandos de voz. Hoje na terceira geração, já equipa mais de 12 milhões de veículos no mundo.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Pick-up Peugeot Landtrek é apresentada na América Latina

No Brasil, a comercialização ocorrerá em uma segunda etapa, seguindo a estratégia estabele…