A Ford anunciou que já cumpriu o seu acordo com o UAW – Sindicato dos empregados na indústria automobilística norte-americana ao criar mais de 14.000 postos de trabalho, com base em novos investimentos, na ampliação de turnos e na introdução de novos modelos no mercado dos Estados Unidos.
 
As negociações com o poderoso sindicato começaram em 2011 e colaboraram para a recuperação da empresa após a grande crise de 2008. A competitividade e a crescente demanda por automóveis, utilitários e caminhões da marca refletem o empenho da Ford no esforço para o crescimento da economia americana.
 
As unidades industriais onde a Ford acrescentou postos de trabalho foram:  3.600 novos empregos na Planta de Louisville; 1.800 em Michigan; 1.700 em Flat Rock; 1.600 em Chicago; 600 em Kentucky Truck; 450 na fábrica de motores em Cleveland; 240 na unidade Van Dyke de Transmissões; 230 novos empregos na Planta de Estamparia de Chicago; 1.200 em Kansas City, que produz as picapes F-150 cabine simples, supercab e supercrew e que, até o final de 2014, vai empregar mais de 6.000 trabalhadores horistas, em regime de dois turnos.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
A Ford anunciou que já cumpriu o seu acordo com o UAW – Sindicato dos empregados na indústria automobilística norte-americana ao criar mais de 14.000 postos de trabalho, com base em novos investimentos, na ampliação de turnos e na introdução de novos modelos no mercado dos Estados Unidos.
 
As negociações com o poderoso sindicato começaram em 2011 e colaboraram para a recuperação da empresa após a grande crise de 2008. A competitividade e a crescente demanda por automóveis, utilitários e caminhões da marca refletem o empenho da Ford no esforço para o crescimento da economia americana.
 
As unidades industriais onde a Ford acrescentou postos de trabalho foram:  3.600 novos empregos na Planta de Louisville; 1.800 em Michigan; 1.700 em Flat Rock; 1.600 em Chicago; 600 em Kentucky Truck; 450 na fábrica de motores em Cleveland; 240 na unidade Van Dyke de Transmissões; 230 novos empregos na Planta de Estamparia de Chicago; 1.200 em Kansas City, que produz as picapes F-150 cabine simples, supercab e supercrew e que, até o final de 2014, vai empregar mais de 6.000 trabalhadores horistas, em regime de dois turnos.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Hyundai inicia exportação do Brasil para Argentina

País é o quarto da América do Sul a receber veículos a partir da fábrica de Piracicaba (SP…