\"\"A Ford anunciou um novo sistema auxiliar de "pré-colisão" que, através de informações de um equipamento que inclui o trabalho de aparelho de radar e câmeras, que detectam a presença de pedestres e, automaticamente, aplicam os freios para ajudar a evitar ou, pelo menos, reduzir a gravidade de atropelamentos, especialmente, em rodovias.
 
Câmera, montada no pára-brisa e radar, localizado próximo do pára-choque, digitalizam a estrada e fornecem avisos ao condutor, se for detectado um risco de colisão. Nessa situação e se o motorista não reagir prontamente o suficiente, o sistema pode, automaticamente, acionar os freios.
 
Sistemas semi-automáticos de prevenção de colisão, como este, assim como outros desenvolvidos pela Volvo e, mais recentemente, pela Tesla, fabricante americana de carros elétricos, são projetados para ajudar a reduzir os impactos perigosos durante uma condução distraída.  
 
Todavia, alguns especialistas dizem que esta facilidade pode acentuar maus hábitos na direção, pois os motoristas podem se acomodar e confiar demais no sistema, embora se saiba que eles têm limitações. Na verdade, eles não são desenvolvidos para substituir os condutores que continuarão responsáveis por uma direção segura.
 
A Ford prevê o lançamento comercial do sistema, como opcional, na estreia do modelo Mondeo 2015, na Europa, ainda este ano, para, mais tarde, expandi-lo para outros veículos e mercados onde a marca atua.
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
\"\"A Ford anunciou um novo sistema auxiliar de "pré-colisão" que, através de informações de um equipamento que inclui o trabalho de aparelho de radar e câmeras, que detectam a presença de pedestres e, automaticamente, aplicam os freios para ajudar a evitar ou, pelo menos, reduzir a gravidade de atropelamentos, especialmente, em rodovias.
 
Câmera, montada no pára-brisa e radar, localizado próximo do pára-choque, digitalizam a estrada e fornecem avisos ao condutor, se for detectado um risco de colisão. Nessa situação e se o motorista não reagir prontamente o suficiente, o sistema pode, automaticamente, acionar os freios.
 
Sistemas semi-automáticos de prevenção de colisão, como este, assim como outros desenvolvidos pela Volvo e, mais recentemente, pela Tesla, fabricante americana de carros elétricos, são projetados para ajudar a reduzir os impactos perigosos durante uma condução distraída.  
 
Todavia, alguns especialistas dizem que esta facilidade pode acentuar maus hábitos na direção, pois os motoristas podem se acomodar e confiar demais no sistema, embora se saiba que eles têm limitações. Na verdade, eles não são desenvolvidos para substituir os condutores que continuarão responsáveis por uma direção segura.
 
A Ford prevê o lançamento comercial do sistema, como opcional, na estreia do modelo Mondeo 2015, na Europa, ainda este ano, para, mais tarde, expandi-lo para outros veículos e mercados onde a marca atua.
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Audi competirá no Rally Dakar a partir de 2022 com veículo eletrificado

Fabricante marcou história nas competições de rally desde 1981 com o lendário Audi quatro …