\"\" 

 
A Ford iniciou a produção da sexta geração do Mustang na fábrica de Flat Rock, em Michigan, nos Estados Unidos. Pela primeira vez em seus 50 anos de história, o carro será vendido em mais de 120 países e terá uma versão com volante do lado direito para atender mais de 25 mercados que usam esse padrão, como Reino Unido, Austrália e África do Sul.
 
"O Mustang é e continuará sendo um ícone do automobilismo", diz Joe Hinrichs, presidente da Ford nas Américas. "Ao ampliar a sua oferta globalmente, daremos a mais clientes ao redor do mundo a experiência única de dirigir o Mustang."
 
Em abril, a Ford comemorou o 50º aniversário do Mustang. Para celebrar essa marca, os modelos 2015 trarão no painel um emblema com o logotipo do cavalinho e os dizeres "Mustang – Since 1964".
 
A influência do Mustang vai muito além dos mais de 9,2 milhões de carros vendidos nos seus 50 anos de produção contínua. Ele soma milhares de participações no cinema, televisão, música e videogames e também é o veículo mais popular no Facebook, com cerca de 8 milhões de “likes”.
 
Um verdadeiro Mustang
 
A aparência, o som e a dirigibilidade do Mustang fazem parte da experiência visceral do carro, que convida o motorista a pegar a estrada. O design totalmente novo de suas versões fastback e conversível evoca o caráter essencial da marca e mantém os elementos principais do projeto original – incluindo o capô longo esculpido e traseira curta – com uma leitura contemporânea.
 
\"\"
 
A linha também conserva a característica de oferecer várias opções de modelos, com três motores: o V8 5.0 de 441 cv que equipa a versão GT, o V6 3.7 e o EcoBoost 2.3, de 314 cv.
 
Além de potência, o novo Mustang oferece novos padrões de dirigibilidade e uma dinâmica de classe mundial, com nova suspensão dianteira e traseira. Um novo subquadro ajuda a tornar estrutura dianteira mais rígida e a reduzir o peso. A traseira, tipo independente integral-link, é totalmente nova e usa componentes de alumínio.
 
Fábrica renovada
 
Em 2013, nove anos depois da produção do Mustang ter sido transferida para lá, a fábrica de Flat Rock comemorou a produção de 1 milhão de Mustangs. No ano passado ela foi totalmente renovada, como parte de um investimento de US$555 milhões. Além de uma área de carroceria flexível de última geração, que permite a produção de vários modelos na mesma linha, adotou as tecnologias de pintura “three-wet” (três camadas consecutivas), detecção de sujeira e solda a laser.
 
Além do Mustang, a fábrica de Flat Rock também produz o Fusion, com cerca de 3.000 empregados que trabalham em dois turnos usando a capacidade total da linha.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

\"\" 

 
A Ford iniciou a produção da sexta geração do Mustang na fábrica de Flat Rock, em Michigan, nos Estados Unidos. Pela primeira vez em seus 50 anos de história, o carro será vendido em mais de 120 países e terá uma versão com volante do lado direito para atender mais de 25 mercados que usam esse padrão, como Reino Unido, Austrália e África do Sul.
 
"O Mustang é e continuará sendo um ícone do automobilismo", diz Joe Hinrichs, presidente da Ford nas Américas. "Ao ampliar a sua oferta globalmente, daremos a mais clientes ao redor do mundo a experiência única de dirigir o Mustang."
 
Em abril, a Ford comemorou o 50º aniversário do Mustang. Para celebrar essa marca, os modelos 2015 trarão no painel um emblema com o logotipo do cavalinho e os dizeres "Mustang – Since 1964".
 
A influência do Mustang vai muito além dos mais de 9,2 milhões de carros vendidos nos seus 50 anos de produção contínua. Ele soma milhares de participações no cinema, televisão, música e videogames e também é o veículo mais popular no Facebook, com cerca de 8 milhões de “likes”.
 
Um verdadeiro Mustang
 
A aparência, o som e a dirigibilidade do Mustang fazem parte da experiência visceral do carro, que convida o motorista a pegar a estrada. O design totalmente novo de suas versões fastback e conversível evoca o caráter essencial da marca e mantém os elementos principais do projeto original – incluindo o capô longo esculpido e traseira curta – com uma leitura contemporânea.
 
\"\"
 
A linha também conserva a característica de oferecer várias opções de modelos, com três motores: o V8 5.0 de 441 cv que equipa a versão GT, o V6 3.7 e o EcoBoost 2.3, de 314 cv.
 
Além de potência, o novo Mustang oferece novos padrões de dirigibilidade e uma dinâmica de classe mundial, com nova suspensão dianteira e traseira. Um novo subquadro ajuda a tornar estrutura dianteira mais rígida e a reduzir o peso. A traseira, tipo independente integral-link, é totalmente nova e usa componentes de alumínio.
 
Fábrica renovada
 
Em 2013, nove anos depois da produção do Mustang ter sido transferida para lá, a fábrica de Flat Rock comemorou a produção de 1 milhão de Mustangs. No ano passado ela foi totalmente renovada, como parte de um investimento de US$555 milhões. Além de uma área de carroceria flexível de última geração, que permite a produção de vários modelos na mesma linha, adotou as tecnologias de pintura “three-wet” (três camadas consecutivas), detecção de sujeira e solda a laser.
 
Além do Mustang, a fábrica de Flat Rock também produz o Fusion, com cerca de 3.000 empregados que trabalham em dois turnos usando a capacidade total da linha.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

IMSA: Derani vai em busca de mais um pódio neste domingo em Mid-Ohio

Brasileiro destaca características difíceis do traçado, mas segue confiante e embalado, ap…