A segunda etapa, com 160 horas, é de qualificação profissional para o mercado de trabalho

A Ford apresentou o Programa de Educação para Jovens que começa a ser realizado este ano na cidade de Horizonte, no Ceará, sede da fábrica da Troller, com a criação da primeira turma formada por 100 estudantes da rede pública de ensino. O objetivo da iniciativa é preparar jovens de 17 a 21 anos de idade para o mercado de trabalho, ampliando as oportunidades de emprego e renda.

A solenidade de apresentação, realizada no auditório da Secretaria Municipal de Educação de Horizonte (SEDUC), contou com representantes do Governo do Ceará, da Prefeitura de Horizonte, do SESI/SENAI, da imprensa e dos 100 jovens beneficiados pelo projeto.

O programa promovido pela Ford em parceria com o Governo do Ceará e a Prefeitura de Horizonte, por meio das secretarias estadual e municipal de educação, é gerido pelo SESI Bahia e seu parceiro local, SESI Ceará. A seleção dos estudantes foi realizada com base no desempenho escolar.

“Educação e trabalho é uma relação necessária para a construção de uma sociedade de oportunidades. Uma parceria como essa, entre a Secretaria da Educação e a Ford, dá oportunidade de capacitar jovens da escola pública tanto na dimensão técnica como comportamental. Ela abre portas para a inserção formal no mercado de trabalho e cumpre a função social da empresa e da escola, promovendo o desenvolvimento regional”, diz Eliana Estrela, Secretária de Educação do Estado do Ceará.

“A Prefeitura Municipal de Horizonte recebeu com muita alegria o convite para participar do Programa Ford de Educação para Jovens. É mais uma oportunidade de aprendizagem e de inserção dos nossos jovens no mundo do trabalho, tornando-se cidadãos que transformam sua própria realidade de maneira ética”, afirma Chico Cesar, Prefeito de Horizonte. “A nossa parceria com a Ford vem desde a época da instalação de sua fábrica no Ceará e a temos como uma empresa séria e comprometida socialmente com a melhoria de vida do povo de Horizonte.”

“Estamos trazendo para Horizonte a experiência bem-sucedida desse programa social com foco na educação que já beneficiou 300 jovens nas suas três edições realizadas em Camaçari, na Bahia”, destaca Roberta Madke, gerente de Responsabilidade Social da Ford. “Contribuir para melhorar a qualidade de vida das comunidades onde a empresa está presente é um dos pilares da política corporativa da Ford.”

Segundo ela, o investimento em educação se destaca por trazer resultados duradouros e de longo alcance. “Esse programa já mostrou que é capaz de dar um grande impulso para desenvolver as potencialidades e competências dos jovens, ampliando as suas perspectivas de futuro e inserção na sociedade e no mercado de trabalho. Temos certeza que os mesmos efeitos poderão ser observados aqui no Ceará”, completa.

Desenvolvimento pessoal e profissional

O Programa Ford de Educação para Jovens é voltado a estudantes do terceiro ano do ensino médio, com 17 a 21 anos de idade, e que apresentaram as melhores notas em português e matemática, no último ano letivo. A capacitação é composta de duas etapas. A primeira, com 150 horas, é focada principalmente no desenvolvimento de competências de relacionamento e de gestão no ambiente profissional. Ela inclui as disciplinas: comunicação escrita, matemática e lógica, informática básica, comportamento saudável, noções de saúde e segurança do trabalho, higiene pessoal e no ambiente de trabalho, 5S (organização e limpeza), 3R (reduzir, reciclar e reutilizar), administração financeira, formação pessoal e social, ética, gerenciamento do tempo, relacionamento interpessoal e curso básico de inglês.

A segunda etapa, com 160 horas, é de qualificação profissional para o mercado de trabalho. Nela, os alunos têm oportunidade de adquirir conhecimentos específicos para ampliar as oportunidades de emprego e renda em funções como: auxiliar de eletricista, auxiliar mecânico de automóveis leves, auxiliar de manutenção de máquinas industriais e auxiliar administrativo.

Os cursos usam metodologias ativas para incentivar e valorizar os alunos, unindo teoria e prática. Além de palestras com executivos da Troller sobre mercado de trabalho e de terem a oportunidade de visitar a fábrica, eles serão orientados a se preparar para processos seletivos, desde a elaboração do currículo até a postura em entrevistas e dinâmicas de grupo.

No final de cada disciplina, os alunos serão organizados em equipes e desafiados a repassar o conhecimento que aprenderam para uma turma de ensino médio ¬– de preferência na mesma escola onde estudam ¬– com o apoio de instrutor e coordenador pedagógico.

Ao final do curso, os aprovados serão convidados a participar do processo seletivo de jovem aprendiz da Troller, quando houver vagas, e de acordo com os critérios exigidos para a função.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias

Veja também

Novo Corolla feito no Brasil será o primeiro veículo híbrido flex do mundo

Com essa motorização, o Novo Corolla será o carro movido a etanol mais eficiente do País e…