A Ford vem conquistando mercado com a Ranger, principalmente no segmento Diesel, que concentra a maior parte das vendas de picapes médias. Suas duas versões com motor 3.2 e o avançado 2.2 atingiram um volume 70% maior nos últimos dois meses comparado à média de 2015.  
No total, a Ranger emplacou 1.569 unidades Diesel, ficando entre as duas mais vendidas do Brasil com essa motorização. A principal responsável por esse desempenho foi a versão topo de linha Limited 3.2, que cresceu nada menos que 2,5 vezes em volume comparado ao ano passado. Além de equipamentos como sete airbags e controle eletrônico de estabilidade e tração (AdvanceTrac), de série para toda a linha, a picape introduziu tecnologias como piloto automático adaptativo, alerta de colisão, sistema de permanência em faixa e farol alto automático.
A nova versão 2.2 Diesel XLS, com a opção de transmissão manual ou automática, também contribuiu para esse crescimento e hoje responde por cerca de metade das vendas. “Assim como a nova Limited, a Ranger XLS automática foi muito bem recebida no mercado, principalmente pelos clientes do agronegócio, combinando robustez, desempenho, segurança e conforto com excelente custo-benefício”, diz Fabrizzia Borsari, supervisora de Produto da Ford.
Outra razão do sucesso da nova Ranger junto aos produtores rurais, segundo ela, é o plano sazonal da Ford, o único no mercado com parcelas semestrais que permitem acompanhar o fluxo de faturamento do agronegócio.
No total, a linha Ranger vendeu 1.961 unidades no varejo em julho, que lhe deram uma participação de 23% no segmento, o seu melhor resultado desde dezembro de 2014.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ônibus VW moderniza frota argentina de transporte público

Como motorização MAN D08, esses dois Volksbus têm sistema EGR de tratamento de emissões, d…