A Ford anunciou na Campus Party, a maior feira de tecnologia da América do Sul, o Brasil como o nono país a sediar o Desafio da Mobilidade Ford, incentivando novas soluções para questões de mobilidade urbana. A empresa trouxe para o evento a sua gerente global de Pesquisa da Mobilidade no Futuro, Erica Klampfl, que falou sobre as estratégias destinadas a impulsionar a inovação em todos os aspectos do negócio. Pelo terceiro ano consecutivo, a Ford é a única empresa automobilística a participar do evento, que reúne um público voltado ao desenvolvimento de aplicativos e tecnologia da informação.
“A Ford não quer ser apenas uma fabricante de automóveis, mas também uma empresa de mobilidade, trabalhando com o objetivo de mudar a forma como o mundo se move e ser um facilitador na solução dos crescentes desafios de transporte ao redor do mundo”, disse.
 
Segundo a executiva, as futuras soluções de mobilidade vão exigir novas ideias e a colaboração com outros líderes de tecnologia fora da indústria automotiva, o que leva a empresa a ampliar o leque de parcerias com desenvolvedores de diferentes campos de pesquisa. Como exemplo de inovação, a Ford expõe no local o Novo Ka, primeiro carro no Brasil a oferecer o sistema de conectividade SYNC com AppLink e Assistência de Emergência.
“O lançamento desses recursos inéditos em um carro de entrada é uma prova do compromisso da Ford com a democratização da tecnologia”, destacou Rogelio Golfarb, vice-presidente de Assuntos Corporativos da Ford América do Sul. “Ao tornar as novas tecnologias acessíveis a um maior número de pessoas, e não somente aos clientes de luxo, estamos seguindo o mesmo espírito que levou Henry Ford a fundar a empresa há mais de um século e transformou o modo como as pessoas se movem no mundo.”
Desafio da Mobilidade
A Ford anunciou o Brasil como próximo país a sediar a sua iniciativa global que incentiva desenvolvedores a criar aplicativos e estratégias para identificar e solucionar os problemas de mobilidade, como o congestionamento nas cidades. O Desafio da Mobilidade Ford Brasil, programado para o segundo semestre de 2015, faz parte de uma série global iniciada em julho de 2014, que já realizou eventos nas cidades de Lisboa (Portugal), Los Angeles (EUA), Mumbai, Nova Déli e Chennai (Índia), Shangai e Chongqing (China), Londres (Reino Unido), Johannesburg (África do Sul), Buenos Aires (Argentina) e Austrália.
O programa parte do princípio de que a mobilidade hoje não está limitada aos veículos, mas engloba também sistemas inteligentes e toda a infraestrutura das cidades. Portanto, é um desenvolvimento que exige a participação de diversos setores.
“Com esses desafios globais, nós avançamos na discussão sobre mobilidade, entramos em contato com fortes potenciais parceiros e ganhamos conhecimentos valiosos sobre muitas questões específicas de mobilidade que os nossos clientes estão enfrentando em todo o mundo”, afirmou Erica Klampfl. “As ideias e propriedade intelectual pertencem aos desenvolvedores, mas a Ford vai considerar a oportunidade de trabalhar mais estreitamente com os desenvolvedores vencedores no futuro.”
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Caixa Econômica Federal é o novo gestor do seguro DPVAT

O contrato com a CEF foi assinado na sexta-feira. Seguradora Líder deixa a gestão do segur…