A Ford está desenvolvendo junto com sete das maiores montadoras do mundo e 15 empresas de eletricidade dos Estados Unidos uma tecnologia que permitirá aos veículos elétricos se comunicar com a rede de energia por meio da nuvem, tornando o seu uso mais eficiente e econômico.
 
O objetivo do estudo, feito em colaboração com o Instituto de Pesquisa de Energia Elétrica dos EUA, é criar uma plataforma de comunicação padronizada. Com ela, as fornecedoras de energia poderão enviar um pedido para que os donos parem temporariamente a recarga do veículo, ajudando a evitar os períodos de sobrecarga da rede. Em contrapartida, quem aderir ao programa pagará tarifas de energia mais baixas.
 
O sistema usa padrões e tecnologias de comunicação já existentes, como o MyFord Mobile App, evoluindo para a comunicação bidirecional entre a rede elétrica e os veículos.
 
"Essa plataforma inovadora é um grande passo para o avanço na eletrificação dos veículos", diz Mike Tinskey, diretor global adjunto de Infraestrutura de Eletrificação da Ford. "É uma forma de recompensar financeiramente os donos de veículos elétricos pela disposição em ajudar no gerenciamento da rede elétrica."
 
As empresas de eletricidade participantes vão oferecer descontos aos proprietários que recarregarem seus carros de acordo com a disponibilidade de energia da rede, como é dado para os clientes que permitem o uso intermitente do ar-condicionado em casa nos períodos de alta demanda. Além de poder escolher o local de recarga, os optantes terão a opção de ignorar o pedido para parar o processo.
 
A parceria do projeto começou no segundo semestre de 2012, mas o conceito de integração dos veículos com a rede elétrica já é pesquisado por vários grupos há mais de 10 anos.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
A Ford está desenvolvendo junto com sete das maiores montadoras do mundo e 15 empresas de eletricidade dos Estados Unidos uma tecnologia que permitirá aos veículos elétricos se comunicar com a rede de energia por meio da nuvem, tornando o seu uso mais eficiente e econômico.
 
O objetivo do estudo, feito em colaboração com o Instituto de Pesquisa de Energia Elétrica dos EUA, é criar uma plataforma de comunicação padronizada. Com ela, as fornecedoras de energia poderão enviar um pedido para que os donos parem temporariamente a recarga do veículo, ajudando a evitar os períodos de sobrecarga da rede. Em contrapartida, quem aderir ao programa pagará tarifas de energia mais baixas.
 
O sistema usa padrões e tecnologias de comunicação já existentes, como o MyFord Mobile App, evoluindo para a comunicação bidirecional entre a rede elétrica e os veículos.
 
"Essa plataforma inovadora é um grande passo para o avanço na eletrificação dos veículos", diz Mike Tinskey, diretor global adjunto de Infraestrutura de Eletrificação da Ford. "É uma forma de recompensar financeiramente os donos de veículos elétricos pela disposição em ajudar no gerenciamento da rede elétrica."
 
As empresas de eletricidade participantes vão oferecer descontos aos proprietários que recarregarem seus carros de acordo com a disponibilidade de energia da rede, como é dado para os clientes que permitem o uso intermitente do ar-condicionado em casa nos períodos de alta demanda. Além de poder escolher o local de recarga, os optantes terão a opção de ignorar o pedido para parar o processo.
 
A parceria do projeto começou no segundo semestre de 2012, mas o conceito de integração dos veículos com a rede elétrica já é pesquisado por vários grupos há mais de 10 anos.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Mercedes-Benz lança campanha para mostrar ações de combate ao Coronavírus nos ônibus

Sob o mote “Vá de ônibus. Vá seguro”, clientes e parceiros da Empresa poderão divulgar açõ…