Berlim recebe a oitava de dez corridas da temporada 2015-2016 da Fórmula E neste sábado (21). Embora a belíssima capital alemã não seja uma novidade no calendário, o traçado escolhido para a prova é. Neste cenário, Lucas di Grassi defende e almeja aumentar a diferença de 11 pontos que alimenta na liderança em relação ao rival suíço Sébastien Buemi.
Ano passado a categoria dos carros elétricos correu em um circuito montado dentro do antigo aeroporto Tempelhof. O local, hoje, recebe cerca de dois mil refugiados sírios, o que impossibilitou a utilização da praça. Por isso, a Fórmula E inaugura mais um circuito inédito. A pista será montada no centro da cidade em um traçado de 1.927 metros passando por cartões postais da capital, como a Alexanderplatz e a famosa torre de TV.
“Ainda há 90 pontos em jogo”, atesta o brasileiro, que busca presentear sua equipe ABT Schaeffler Audi Sport, alemã, com uma vitória em solo caseiro. “Depois de duas vitórias seguidas em Long Beach e Paris, estamos em uma situação que almejamos continuar em Berlim. Estamos só 11 pontos na frente”, afirmou Di Grassi. O foco, segundo o paulistano, é levar uma corrida de cada vez, sempre tendo como objetivo a vitória e o maior número possível de pontos a cada etapa.
“O título ainda está longe. Temos um bom carro, mas ainda não o melhor, mas a equipe mantém a calma e o foco quando a pressão aparece – e assim acho que podemos vencer a corrida na casa do nosso time. Seria um grande presente pelo esforço e dedicação que todos têm tido, e vou atrás disso”, prometeu.
O Fox Sports transmite a sétima etapa da Fórmula E para todo o Brasil a partir das 9h15 com o treino classificatório. A corrida é também exibida pela internet pelo site VeloxTV. A largada está programada para as 11 horas (de Brasília).
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Presépio colaborativo da Casa Fiat de Cultura faz homenagem às famílias

Com peças confeccionadas em Kraft e papelão, curador Leo Piló retrata cenas da Sagrada Fam…