A FPT Industrial, uma das principais fabricantes de motores diesel do mundo, ressalta os benefícios da correta utilização de peças genuínas nas manutenções corretivas. Como o nível de exigência de veículos comerciais e máquinas off-road é extremamente elevado – devido à natureza severa dos trabalhos, a manutenção corretiva poderá ser necessária. 
“Devemos reforçar a importância de se trabalhar somente com peças genuínas. Aliadas, manutenção preventiva e corretiva, quando feitas com peças originais genuínas, garantem o bom funcionamento de todo o trem de força e, principalmente, do motor”, destaca Alexandre Xavier, diretor de engenharia da FPT Industrial.
A recomendação da fabricante mostra que o investimento destinado à compra de peças genuínas é compensado rapidamente pelo melhor rendimento do motor, menor número de paradas para manutenção e maior durabilidade das peças.
Juntas e vedações
As juntas e vedações são as responsáveis por evitar vazamentos e entrada de partículas indesejadas no motor. Após muito tempo em condições severas de uso, o motor sofre dilatações térmicas que provocam torções, retrações e expansão das partes móveis. É nesse momento que as juntas genuínas mostram a sua eficácia.
Fabricadas com materiais especiais de alta resistência ao torque e com uma alta elasticidade, elas mantêm as partes móveis perfeitamente vedadas, mesmo sob as mais severas utilizações. Além disso, somente as juntas genuínas possuem uma correta furação mantendo o perfeito acoplamento das partes móveis, evitando assim paradas precoces para manutenção, mantendo maior disponibilidade do equipamento.
O diretor de Engenharia da FPT Industrial alerta para o fato de que “ao receberitens não genuínos, o motor pode perder rendimento e ter um aumento considerável no consumo de combustível e de lubrificantes”. “Sem contar possíveis paradas indesejadas que comprometem a disponibilidade do equipamento”, acrescenta Xavier.
Bomba d´água
Responsável principal pelo sistema de resfriamento do motor, a bomba d´água é primordial para o bom funcionamento do propulsor. Qualquer falha pode gerar um superaquecimento, ocasionando o travamento total do trem de força.
Peças não genuínas possuem partes metálicas porosas, que se deterioram rapidamente e comprometem a refrigeração do sistema, provocando falhas graves na circulação de água pelo motor.
Por isso, as bombas genuínas garantem selos e rolamentos homologados que aumentam a vida útil da bomba, evitando superaquecimento do motor. Garantem ainda matéria-prima que assegura menor nível de porosidade e reduz a possibilidade de trincas e vazamentos precoces e por último o encaixe perfeito que evita vazamentos.
Pistões e anéis
Essenciais para o motor, os pistões e anéis nunca devem ser substituídos por itens não genuínos. Somente as peças genuínas mantém o consumo de óleo lubrificante dentro do homologado pela engenharia, evitando assim a necessidade de repor o óleo antes do previsto.
Além disso, as peças genuínas promovem uma perfeita queima da mistura Ar/Combustível, evitando consumo excessivo de diesel e a formação de carvão no sistema.
Outro ponto importante é o acabamento superficial dos pistões e anéis que evitam possíveis riscos na camisa de cilindro e eventuais travamentos de motor.
Bomba de óleo
Por ser o “coração” do motor, a bomba de óleo não admite falhas, pois elas comprometeriam todo o fluxo de lubrificação, podendo levar ao travamento total do propulsor. Somente os itens genuínos, passam por um rigoroso processo de fabricação que diminui drasticamente o travamento das engrenagens da bomba.  
 
Além disso, as peças genuínas tem menor nível de porosidade, o que garante menos trincas e vazamentos, mantendo a pressão de óleo no circuito de lubrificação.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 20 anos de uma história de sucesso no Brasil

Da importação de carros à fabricante nacional de automóveis, marca consolida sua presença …