Oferecer uma oportunidade de ensino de forma intensiva e personalizada a alunos da rede pública com defasagem de aprendizado. Esse é o principal objetivo da Fundação Volkswagen – que coordena os investimentos sociais da Volkswagen do Brasil há 36 anos –, ao promover seu projeto educacional “Aceleração da Aprendizagem” em Teresina (PI), onde formará 115 educadores, beneficiando 1.874 crianças e jovens estudantes de 54 escolas municipais. Em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) e o Instituto Ayrton Senna, o projeto oferece as soluções educacionais do instituto: “Se Liga”, “Acelera Brasil” e “Fórmula da Vitória”. Equipes da Fundação Volkswagen e do Instituto Ayrton Senna acabam de fazer uma visita técnica a Teresina, acompanhando de perto a evolução do projeto e garantindo a excelência educacional. 
 
O projeto “Aceleração da Aprendizagem” reduz a defasagem idade-série de alunos do Ensino Fundamental, diminuindo a evasão escolar. Para que alunos multirrepetentes não fiquem desmotivados e para garantir o direito de aprendizagem e o aproveitamento escolar, o projeto oferece apoio a esses estudantes de forma individual e intensiva, em classes de aceleração, por meio de rodas diárias de leitura, oficinas de linguagem e utilização de jogos como meios de aprendizagem, entre outros, corrigindo problemas de alfabetização e matemática. Na sala de aceleração, os estudantes são preparados, para depois ingressarem na série adequada à sua idade; nessas turmas especiais são trabalhadas as dificuldades de aprendizagem dos alunos, ampliadas suas habilidades e competências escolares.
 
 
“O projeto educacional ‘Aceleração da Aprendizagem’ renova a esperança de alunos que estavam em defasagem de aprendizado, oferecendo uma nova oportunidade de ensino, de forma intensiva e personalizada. Ao ingressar na série adequada à sua idade, o estudante tem a possibilidade de se desenvolver intelectualmente, resgatar sua motivação e autoestima e sonhar com um futuro promissor. Com um trabalho baseado na ética e responsabilidade social, a Fundação Volkswagen reconhece que a educação é uma forma de promover a inclusão e a qualidade de vida”, diz o superintendente da Fundação Volkswagen e diretor de Assuntos Jurídicos da Volkswagen do Brasil, Dr. Eduardo Barros.
 
Visita técnica ao projeto em Teresina
 
Durante a visita a Teresina, gestores, diretores, coordenadores pedagógicos e professores da rede municipal de ensino analisaram, junto às equipes técnicas da Fundação Volkswagen e do Instituto Ayrton Senna, os resultados e desafios encontrados neste primeiro semestre de implementação do projeto. O objetivo é traçar as estratégias para os próximos meses e atingir as metas definidas para esta etapa da parceria.
 
“A parceria firmada neste ano entre a Fundação Volkswagen e o Instituto Ayrton Senna permitiu oferecer novas soluções educacionais, auxiliando os alunos a recuperar seu desenvolvimento nos estudos de forma eficaz. A Fundação Volkswagen acredita que a educação é essencial para garantir o desenvolvimento pessoal dos estudantes e promover, no futuro, boas oportunidades profissionais. Por isso, trabalhamos fortemente o pilar Educação, oferecendo sete projetos, entre eles o ‘Aceleração da Aprendizagem’. A Fundação Volkswagen oferece ainda outros três projetos de Desenvolvimento Social”, afirma a diretora da Fundação Volkswagen, Keli Smaniotti.
 
 
 
“Estamos trazendo nossos parceiros para dentro das escolas para que vejam como as soluções educacionais podem transformar a educação pública, levando qualidade para a sala de aula, formando professores e oferecendo oportunidades de desenvolvimento pleno para que nossas crianças tenham sucesso na escola e na vida”, afirma Nilcea Lopes, gerente de projetos do Instituto Ayrton Senna.
 
O Instituto Ayrton Senna já atua em Teresina há 16 anos. A Fundação Volkswagen, por sua vez, desenvolve projetos educacionais na capital do Piauí desde 2013; onde já tem oferecido o “Brincar” (2013) e o “Jogo da Vida em Trânsito” (2014), ambos presencialmente; além do “Entre na Roda” (2014 a 2016) e do “Aprendendo com Arte” (2016) no modo de ensino a distância. 
 
“Aceleração da Aprendizagem” já formou 1.804 professores e beneficiou 11.350 alunos de 16 cidades, em cinco Estados brasileiros
 
O projeto educacional “Aceleração da Aprendizagem”, que é promovido pela Fundação Volkswagen desde 2011, já formou 1.804 professores e beneficiou 11.350 alunos de 16 cidades (Camaçari, Dias D’Ávila, Lauro de Freitas e Simões Filho, na Bahia; Aracruz, Cariacica, Ibiraçu, Linhares, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória, no Espírito Santo; Sinop e Sorriso, no Mato Grosso; João Pessoa, na Paraíba; e Resende, no Rio de Janeiro), sempre em parceria com o CENPEC (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária). Desse total, continuam sendo beneficiados atualmente 126 professores e 1.360 alunos no Mato Grosso (cidades de Sinop e Sorriso) e na Bahia (Lauro de Freitas e Dias D’Ávila). Em Teresina e Santarém, o “Aceleração da Aprendizagem” começou a ser oferecido neste ano em parceria com o Instituto Ayrton Senna. 
 
A formação dos educadores, para atuarem nas salas de aula do “Aceleração da Aprendizagem”, conta com material pedagógico exclusivo. O projeto foi selecionado pelo Ministério da Educação (MEC), em 2010, como uma importante tecnologia educacional que contribui para a redução da distorção idade-série.
 
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Troller Brasil Festival reúne mais de 150 carros no rali em Itu

A tradicional prova de final de ano foi considerada uma das melhores dos últimos tempos O …