Na última sexta-feira (16), o governo federal lançou a Operação Rodovida, que ficará em vigor durante a época de maior movimento nas estradas.
A primeira fase vai até 31 de janeiro, para abranger o período de festas e férias escolares. A segunda fase estará em operação no Carnaval, entre 17 de fevereiro a 5 de março do ano que vem. 
Durante esses períodos, serão intensificadas as campanhas educativas e a fiscalização sobre alcoolemia, excesso de velocidade, motocicletas, ultrapassagens irregulares e transporte de crianças. A operação também contempla melhorias na sinalização, parcerias com empresas concessionárias de rodovias federais e outras atividades.
A campanha prevê o esforço integrado de vários órgãos federais, em articulação com estados e municípios. Estão envolvidos na iniciativa os ministérios de Justiça e Cidadania; Cidades; Saúde; e Transportes, Portos e Aviação Civil; Polícia Rodoviária Federal (PRF); Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit); Departamento Nacional de Trânsito (Denatran); e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).
A Rodovida é uma das estratégias do governo brasileiro para que o País cumpra os objetivos da Década de Ação pela Segurança no Trânsito, lançada em 2011 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e uma das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).
O Brasil e outros 152 países se comprometeram a adotar medidas efetivas para reduzir em 50% o número de mortes no trânsito até 2020. Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apontam que o custo social de acidentes, apenas nas rodovias federais, chegou a R$ 12,8 bilhões em 2014.
Fonte: Portal Brasil
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Camaro completa 10 anos no Brasil

Ao todo 6,5 mil unidades do Chevrolet foram emplacadas no Brasil desde 2010, mais que o do…