Uma nova joint venture para desenhar, produzir e fornecer componentes e subsistemas de ponta para a futura geração de transmissão eletrificada (e-DCT[1]).

O Groupe PSA e a Punch Powertrain assinaram um acordo para criar uma segunda joint venture e expandir sua parceria estratégica no campo da eletrificação para contribuir com o combate às mudanças climáticas.

A Punch Powertrain detém o controle majoritário (61%/39%) na nova joint venture, que projetará, fabricará e fornecerá a revolucionária transmissão de dupla embreagem DT2[2] da Punch Powertrain para a próxima geração de veículos mild hybrid electric (MHEV) e plug-in hybrid electric (PHEV). O negócio inicialmente suprirá as operações globais do Groupe PSA e tem como objetivo suprir outros fabricantes de veículos em todo o mundo. O acordo de joint venture está sujeito às aprovações regulatórias habituais.

“Nossa estratégia de fabricação é clara e visa a ter uma integração vertical de componentes, particularmente as principais tecnologias, como os powertrains eletrificados. Entendemos que o futuro é muito mais do que reduzir emissões. O desafio que temos pela frente é a eletrificação a um custo acessível, alinhada à nossa razão de existir”, disse Olivier Bourges, Vice-Presidente Executivo de Programas e Estratégia e membro do Managing Board do Groupe PSA.

“Temos o prazer de lançar este segundo acordo de joint venture com o Groupe PSA, o segundo maior fabricante de veículos da Europa”, disse Jorge Solis, CEO da Punch Powertrain. “Nos últimos 45 anos, a Punch Powertrain foi pioneira em tecnologias de transmissão inovadoras e econômicas. Esse novo empreendimento guiará a industrialização de nossa próxima geração de transmissões para veículos elétricos híbridos para o Groupe PSA e para outros fabricantes de veículos em todo o mundo”, completou.

A Punch Powertrain aportará todas as atividades ligadas à sua linha de produtos DT2, incluindo funções de engenharia, fabricação e suporte de classe mundial, à nova entidade, que deverá estar operacional no terceiro trimestre de 2020. A Punch Powertrain também transferirá à nova entidade jurídica suas instalações atuais ligadas à DT2 em Sint-Truiden, na Bélgica, e Eindhoven, na Holanda. Por sua vez, o Groupe PSA fará um investimento em dinheiro na joint venture.

A nova joint venture, a “Punch Powertrain PSA e-transmissions”, fornecerá as transmissões automáticas inovadoras, ultraeficientes e compactas da Punch Powertrain. Conhecida como DT2, essa econômica transmissão de dupla embreagem é a primeira do mercado a integrar um motor elétrico em um MHEV.

Essa joint venture fornecerá uma das primeiras soluções de 48V do setor para equipar os MHEVs, resultando em uma economia significativa de combustível e em redução nas emissões de CO2 em comparação aos veículos movidos a motores a combustão.

Uma variante de alta voltagem da DT2 foi projetada para os PHEV e permite uma condução totalmente elétrica.

Em abril de 2019, o Groupe PSA e a Punch Powertrain assinaram inicialmente um acordo para estabelecer sua primeira joint venture, a “Punch Powertrain PSA e-transmissions assembly”. Essa joint venture reunirá a futura geração de transmissões eletrificadas (e-DCT) nas instalações do Groupe PSA em Metz, na França, a partir de 2022. Essa transmissão inovadora equipará a próxima geração de veículos híbridos do Groupe PSA.

________________________________________
[1] e-DCT; transmissão eletrificada de dupla embreagem.
[2] Transmissão de embreagem dupla da Punch Powertrain disponível nas variantes 48V, híbrido plug-in ou convencional.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Campanha de lançamento do Ford Territory estreia em formato de websérie

A serie 100% digital é composta de três vídeos  A Ford iniciou a campanha de lançamento do…