Uma capacidade de produção de 200 mil veículos a partir de meados de 2020 para atender clientes em 80 mercados, com os mais altos padrões do Grupo.

Jean-Christophe Quémard, vice-presidente executivo do Oriente Médio e África e membro do Conselho Executivo do Groupe PSA, afirmou: “No coração da região do Oriente Médio e África, o Marrocos é um mercado histórico e estratégico para o nosso Grupo e para quatro de suas marcas: Peugeot, Citroën, DS e Opel. Estamos criando uma parceria única na indústria automotiva do Marrocos graças à ajuda de todos os nossos parceiros e ao apoio das autoridades marroquinas. ”

O Groupe PSA inicia a produção na fábrica de Kenitra com a presença de Sua Majestade, o rei Mohammed VI.

O projeto foi lançado com a assinatura de um acordo entre o Groupe PSA e o Reino do Marrocos em 19 de junho de 2015. Quatro anos depois, esse evento também celebra a implantação de um ecossistema completo para o Groupe PSA no Marrocos, semelhante àqueles em vigor em outras regiões estratégicas do Grupo, com um centro de direção para a região do Oriente Médio e África baseado em Casablanca, um centro operacional de P&D e, agora, uma fábrica de última geração em Kenitra, seguindo os mais altos padrões da empresa.

O Groupe PSA é a única montadora que cobre toda a cadeia de valor na África. Esse ecossistema inclui uma rede de 62 fornecedores locais, com 27 novos sites de fornecedores configurados para atender às necessidades da fábrica da Kenitra.

As instalações em Kenitra são uma ilustração da excelência e know-how do Grupo. A produção começará com o novo Peugeot 208, fabricado em conjunto com a fábrica de Trnava, na Eslováquia.

O desempenho dessa unidade deverá permitir que produza modelos que atendam às expectativas de compradores individuais e clientes corporativos em termos de qualidade e preço.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Vendas financiadas de veículos crescem 20% em julho na comparação com 2018

Alta – registrada nas vendas a crédito de autos leves, motos e pesados – foi mais acentuad…