Baseado em seu Plano Mundial de Desenvolvimento, o “Push to Pass”, e sua aplicação na América Latina, o Grupo PSA inicia uma ambiciosa estratégia no segmento de Veículos Utilitários (VU) na região. Para isso, acaba de ser anunciada a criação da Direção de Veículos Utilitários América Latina, que desenvolverá, para as marcas Peugeot e Citroën, uma estratégia comercial focada nessa categoria. De acordo com o “Push to Pass” o objetivo é lançar, mundialmente, 34 novos modelos – destes, oito são VU´s, dentre os quais uma pick-up de 1 tonelada. Na América Latina serão 16 novos veículos que têm como meta dobrar os volumes totais e triplicar os lucros até o ano de 2021.
O Grupo PSA é o nº 1 na Europa, com 20% de participação do mercado de veículos utilitários e busca, com sua expertise, repetir o mesmo sucesso na América Latina. Com uma Direção especialmente focada, avaliará ainda mais de perto as melhores oportunidades do mercado na região, seja para clientes particulares ou B2B. A América Latina apresenta um forte potencial para venda de veículos utilitários, com mercados expressivos nessa categoria, como Chile e México, além do Brasil e Argentina.
Essa importante missão foi confiada ao franco-brasileiro Frédéric Chapuis, que assume como Diretor de Veículos Utilitários América Latina, respondendo diretamente a Carlos Gomes, Presidente Brasil e América Latina do Grupo PSA. 
Segundo Chapuis, o desafio será enorme, pois o Grupo PSA buscará uma importante fatia desse mercado de utilitários. “Nossa estratégia de expansão se baseia principalmente em três pilares: a nossa eficácia comercial,o pós-venda especializado para esse tipo de cliente e a nossa já reconhecida excelência e know-how de produção dessa categoria de veículos”, explica o executivo.
Carlos Gomes reforça a importância do plano de desenvolvimento do Grupo e a criação da nova Direção de Veículos Utilitários como um demonstrativo dessa ambição: “O Grupo PSA quer repetir na América Latina o mesmo sucesso da Europa e temos potencial para isso. Mesmo em um contexto econômico difícil, o Grupo reafirma sua total confiança na sua estratégia para os próximos anos”, explica. “Teremos uma gama de produtos bem direcionada às necessidades dos nossos clientes e o recente anúncio da produção da nossa pick-up de 1 tonelada na região indica que seguimos nesse caminho”, completou Gomes.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 20 anos de uma história de sucesso no Brasil

Da importação de carros à fabricante nacional de automóveis, marca consolida sua presença …