Os dois andares do edifício principal do Fiat Clube foram ocupados pelo hospital.

Depois de pouco mais de uma semana de trabalho, o hospital de campanha instalado na sede do Fiat Clube, em Betim, Minas Gerais, está pronto para receber pacientes da Covid-19. Este é o primeiro centro de atendimento médico de combate à pandemia causada pelo coronavírus a ser instalado em Minas Gerais.

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) cedeu uma área de 2 mil metros quadrados à Prefeitura de Betim, para a instalação de um total de 200 leitos. Destes, 120 leitos de enfermaria já estão instalados e disponíveis. O hospital de campanha é integrado aos demais serviços de saúde do município mobilizados para a resposta à pandemia.

Os casos de pacientes internados que evoluírem para quadros mais graves serão direcionados para os leitos de UTI instalados em hospitais da rede pública. À medida que os pacientes se recuperem e deixem a terapia intensiva, retornarão ao hospital de campanha do Fiat Clube, onde estão sendo implantados outros 80 leitos para recebê-los na fase de recuperação.

Os dois andares do edifício principal do Fiat Clube foram ocupados pelo hospital. O primeiro piso é destinado ao atendimento assistencial dos pacientes, enquanto o piso inferior é dedicado à retaguarda dos profissionais da saúde, contando com vestiários, refeitório, almoxarifado e sala de descanso.

A FCA também doou um Fiat Ducato ambulância para apoiar as ações do hospital de campanha, no transporte de pacientes.

“A união de esforços e o espírito de colaboração são decisivos em um momento tão excepcional como o que o Brasil e o mundo atravessam”, disse o presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa. “Por isto, cedemos à Prefeitura de Betim as instalações do nosso Fiat Clube, entre outras medidas adotadas, em uma estratégia coordenada para contribuir de forma efetiva nas áreas onde há maior necessidade”, acrescentou.

Um amplo plano de ação

O programa integrado da FCA de suporte no combate à Covid-19 está baseado em três frentes principais de atuação:

• Contribuição para a instalação de hospitais de campanha em Betim (MG) e Goiana (PE), com oferta total de 300 leitos,
• Uso da expertise e recursos da companhia para a produção e ampliação de oferta de itens hospitalares altamente estratégicos neste momento, como equipamentos de proteção individual para as equipes de saúde e ventiladores pulmonares, e
• Doações e comodato de materiais, equipamentos diversos e veículos para autoridades da área da Saúde.

A empresa trabalha aceleradamente para concluir a implantação, ainda neste mês, de um hospital de campanha com 100 leitos no município de Goiana, no Estado de Pernambuco.

Também capacitou 18 engenheiros e instalou duas oficinas nas fábricas de Betim e Goiana para o reparo de ventiladores pulmonares fora de uso por necessidade de manutenção. No Brasil, há 3,6 mil ventiladores pulmonares for de serviço, sendo que, destes, 275 aparelhos inoperantes estão alocados em Pernambuco e Paraíba e outros 335 em Minas Gerais. Estima-se que cada respirador recuperado poderá atender até dez pessoas.

“Por trás de cada ação, há pessoas dedicadas e motivadas a doar o melhor de si e de seu trabalho para ajudar a combater o inimigo invisível e silencioso”, destacou Antonio Filosa.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Mercedes-Benz inaugura a primeira fábrica 4.0 de chassis de ônibus do Brasil

Com investimento de mais de R$ 100 milhões, nova linha de produção de chassis de ônibus é …