O Hospital de Urgência de Teresina – HUT, em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN, realizou hoje (24) ação preventiva de educação no trânsito. A ação ocorreu nas instalações do próprio hospital sendo distribuída grande quantidade de cartilhas informativas aos acompanhantes e aos usuários de todas as idades.
 
A atividade faz parte do projeto “Uma atitude de inclusão”, promovido pelas acadêmicas de serviço social, Lívia Soares e Andressa Lustosa, estagiárias do HUT. A ideia surgiu a partir de observação sobre a realidade do hospital, que conta número significativo de pacientes vítimas de acidentes de trânsito e, por vezes, reincidentes. Após esta constatação, viram a necessidade de conscientização sobre o tema.
 
Para Amanda Brandim, psicóloga do HUT, é importante realizar a educação preventiva não só à população em geral mas também ao usuário que sofreu o acidente e está em tratamento: “É possível trabalhar a educação preventiva no hospital, principalmente porque o HUT trata muitos pacientes vítimas de acidente de trânsito que são reincidentes”, conta.
 
Francisco Edson, usuário do hospital, elogiou a iniciativa das estudantes: “esse trabalho ajuda a ter consciência da importância da vida e traz orientações que devem ser seguidas, pois é a nossa vida que está em jogo”, afirma.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
O Hospital de Urgência de Teresina – HUT, em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN, realizou hoje (24) ação preventiva de educação no trânsito. A ação ocorreu nas instalações do próprio hospital sendo distribuída grande quantidade de cartilhas informativas aos acompanhantes e aos usuários de todas as idades.
 
A atividade faz parte do projeto “Uma atitude de inclusão”, promovido pelas acadêmicas de serviço social, Lívia Soares e Andressa Lustosa, estagiárias do HUT. A ideia surgiu a partir de observação sobre a realidade do hospital, que conta número significativo de pacientes vítimas de acidentes de trânsito e, por vezes, reincidentes. Após esta constatação, viram a necessidade de conscientização sobre o tema.
 
Para Amanda Brandim, psicóloga do HUT, é importante realizar a educação preventiva não só à população em geral mas também ao usuário que sofreu o acidente e está em tratamento: “É possível trabalhar a educação preventiva no hospital, principalmente porque o HUT trata muitos pacientes vítimas de acidente de trânsito que são reincidentes”, conta.
 
Francisco Edson, usuário do hospital, elogiou a iniciativa das estudantes: “esse trabalho ajuda a ter consciência da importância da vida e traz orientações que devem ser seguidas, pois é a nossa vida que está em jogo”, afirma.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

IMSA: Derani vai em busca de mais um pódio neste domingo em Mid-Ohio

Brasileiro destaca características difíceis do traçado, mas segue confiante e embalado, ap…