A poucos dias da abertura do Salão do Automóvel de São Paulo, quando a versão brasileira do SUV compacto Hyundai Creta será apresentada ao público, a Hyundai revela a motorização que equipará o veículo. O destaque fica para o propulsor 2.0, que confirma a intenção da marca em posicionar o Hyundai Creta entre os mais potentes de seu segmento.
 
Em sua página oficial do Facebook e para a imprensa nacional, a Hyundai disponibilizou uma imagem do motor. Nela é possível observar a tecnologia de duplo comando variável de válvulas (D-CVVT) no escape e na admissão, que tem como principal função a otimização de desempenho tanto em baixas como em altas rotações. Há também uma foto externa em que se pode ver a identificação 2.0 na tampa do porta-malas.
 
Essa mesma tecnologia estará presente no motor 1.6 do Hyundai Creta, tornando-o distinto daquele que atualmente equipa o HB20. As respectivas potências serão informadas apenas no Salão do Automóvel.
 
A estratégia de revelação do Hyundai Creta incluiu uma sequência de “teasers” para a imprensa e pelo Facebook até a apresentação oficial, marcada para o dia 8 de novembro, no Salão do Automóvel de São Paulo. Primeiro foram as sillhuetas da frente e da traseira e a lanterna, acompanhadas da confirmação do nome. Depois foi o anúncio da homenagem às velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze, que receberão as chaves do Hyundai Creta durante o Salão do Automóvel. Na semana passada mais imagens foram reveladas, como a silhueta lateral, o farol e o botão de partida sem chave do motor.
 
Para prestigiar ainda mais os fãs da marca pelo Facebook, a Hyundai vai transmitir sua coletiva de imprensa pela mídia social, em 8 de novembro, a partir das 16h.
 
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

GM apresenta sua primeira picape 100% elétrica

HUMMER EV conta com potência estimada de 1.000 cv, baterias Ultium com autonomia superior …