Primeiras 10 unidades inoperantes, oriundas de seis cidades do interior de São Paulo, já estão em manutenção na fábrica em Piracicaba

Para auxiliar o combate à pandemia da Covid-19, a Hyundai Motor Brasil (HMB) começa a reparar respiradores mecânicos em sua fábrica em Piracicaba (SP). Para lá foram levados os primeiros 10 aparelhos com defeito, coletados de hospitais das cidades paulistas de São Paulo, Tanabi, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Francisco Morato e Botucatu. Nos próximos dias, devem chegar também duas unidades de Piracicaba para reparo.

A ação, de abrangência nacional, é organizada pelo SENAI –– Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, que reuniu uma rede de mais de 16 empresas voluntárias para realizar a manutenção de respiradores mecânicos que estão fora de uso, com o objetivo de aumentar os recursos para o tratamento de pacientes neste momento de pandemia. A maioria dos equipamentos vem de hospitais vinculados ao Sistema Único de Saúde.

Na Hyundai, 40 funcionários das áreas de Produção, Manutenção, Administração, Compras e Finanças estão envolvidos na ação solidária. Dezoito deles, entre eletricistas, mecatrônicos, engenheiros de manutenção e técnicos de Segurança e Saúde, foram capacitados de forma on-line pelo SENAI CIMATEC, da Bahia, que está disseminando os protocolos de boas práticas para a manutenção dos respiradores e criou um canal permanente para esclarecimento de dúvidas e orientações. O treinamento tem a coordenação geral do SENAI em Brasília (DF), com o apoio do Ministério da Saúde, do Ministério da Economia, da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e da Associação Brasileira de Engenharia Clínica (ABEClin).


“No esforço conjunto para o combate à pandemia da Covid-19, é muito importante contribuir, principalmente quando podemos ajudar a colocar de volta em uso equipamentos tão fundamentais como os respiradores. Temos a competência técnica de nossos funcionários, que abraçaram a causa de maneira voluntária, e estamos dedicando os recursos fabris necessários, a fim de responder o mais pronto possível para ajudar a salvar vidas. Sabemos que um único respirador pode fazer a diferença para até 10 vidas neste momento”, afirma Ricardo Martins, vice-presidente administrativo da HMB.

Uma área exclusiva da fábrica foi destinada para essa tarefa, com os respiradores alocados em um ambiente bem ventilado e isolado. Diversos protocolos estão sendo adotados, desde o acesso restrito até os cuidados de higienização para a troca das vestimentas dos funcionários. Uma vez reparados, os equipamentos passam por uma calibração final, em órgão certificado, antes de retornar aos hospitais de origem.


Outras ações contra a Covid-19

Em seu site oficial, a Hyundai Motor Brasil criou um hub de ações de combate ao novo coronavírus. Na página www.hyundai.com.br/coronavirus.html estão informações atualizadas sobre o que a marca sul-coreana vem fazendo no Brasil durante a crise da doença.

Em Piracicaba, a montadora já disponibilizou oito veículos para uso das secretarias de Saúde e de Assistência Social do município e fez a doação de 1.150 equipamentos de proteção individual (EPIs), como luvas, toucas, óculos e máscaras descartáveis, para o Centro de Referência de Saúde do Trabalhador (CEREST) de Piracicaba. Também entregou um lote de máscaras de proteção facial total, em acrílico, produzidas pelas impressoras 3D da fábrica.

Em outras 13 cidades, durante o mês de abril, o Transporte Solidário Hyundai, utilizou as frotas de test-drive das concessionárias para auxiliar, de maneira gratuita, o deslocamento de idosos e profissionais da saúde, tendo transportado mais de 2 mil pessoas.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Jeep apresenta novo carro conceito Wrangler Rubicon 392 6.4l V8

O motor V8 de 6.4 litros tem 450 cavalos de potência e 62,2 kgfm de torque alcançado de 0-…