A Iveco e a FPT Industrial, marcas da CNH Industrial, junto da Nikola Motor Company vão iniciar a fabricação do Nikola Tre, movido à bateria e célula de combustível, na unidade da Iveco em Ulm, Alemanha, por meio da joint venture europeia.

Essa parceria estratégica e exclusiva do setor de caminhões para serviços pesados fez a CNH Industrial adquirir uma participação de US$ 250 milhões na Nikola, como o principal investidor da Série D. O anúncio da parceria no Capital Markets Day da CNH Industrial, em setembro de 2019, foi seguido pela apresentação, em dezembro, do Nikola Tre, um caminhão elétrico com bateria (BEV) para serviços pesados, a primeira etapa em direção ao modelo elétrico com célula de combustível (FCEV).

Hoje, o espaço em Ulm é o núcleo de engenharia de chassi da Iveco estrategicamente posicionado no centro da região de Baden-Württemberg, que luta para se tornar um polo da mobilidade com célula de combustível, também graças aos trabalhadores e laboratórios de pesquisa especializados da empresa. A região dedicou investimentos substanciais para financiar projetos de pesquisa e desenvolvimento na área, que tem uma forte indústria automotiva e parcerias de projetos estratégicos. Isso significa que a fábrica vai se beneficiar da proximidade com os principais fornecedores.

Além disso, o governo federal alemão lançou recentemente a versão preliminar da Estratégia Nacional para o Hidrogênio, que tem o objetivo de expandir o papel de pioneirismo das empresas em relação às tecnologias de hidrogênio. Nesta estratégia, o país vai reservar um total de dois bilhões de euros para financiar programas de inovações de hidrogênio, que incluem o desenvolvimento da infraestrutura de distribuição necessária. “Nossa joint venture europeia com a Nikola, e o anúncio de hoje, são provas de que os transportes de longa distância com emissão zero estão se tornando uma realidade e resultando em benefícios ambientais tangíveis para os transportadores de longa distância e os cidadãos da Europa”, aponta Hubertus Mühlhäuser, CEO da CNH Industrial. “A decisão de fabricar o Nikola Tre em Ulm, um centro de excelência em engenharia de caminhões para serviços pesados, ressalta a localização estratégica no centro do polo tecnológico de células de combustível da Alemanha.”

No primeiro estágio do projeto, serão investidos €40 milhões pela empresa da joint venture para aprimorar as instalações de manufatura, que vão se concentrar na montagem final do veículo. A previsão é que o início da produção ocorra no primeiro trimestre de 2021, com as entregas do Nikola Tre começando no mesmo ano.

“O Nikola Tre está provando ser o caminhão articulado mais moderno do mundo e vai continuar definindo o padrão de veículos com emissão zero hoje e no futuro”, afirma Trevor Milton, CEO da Nikola Motor Company. “A decisão de produzir o Tre em grande volume na cidade de Ulm é um bom exemplo de como criar empregos, promover inovação, dar segurança a novos fornecedores de peças com emissão zero e servir de exemplo para outros fabricantes de equipamentos originais. O mundo está pronto para o transporte de cargas sem emissões e essa joint venture entre a Nikola e a Iveco será a primeira a oferecer isso.”

Os primeiros modelos a entrarem em produção serão os caminhões articulados elétricos a bateria 4×2 e 6×2. Os veículos têm baterias modulares e escalonáveis com capacidade para até 720 kWh e sistema de transmissão elétrico que fornece até 480 kW de energia contínua.

A instalação de Ulm vai receber o estoque de módulos das fábricas da Iveco em Valladolid e Madri, na Espanha, o que permitirá um reforço rápido para atender à demanda esperada dos consumidores. As versões elétricas com célula de combustível, montadas na mesma plataforma, serão testadas pelo projeto H2Haul, financiado pela UE, durante o ano de 2021. O lançamento no mercado é esperado para 2023. O Nikola Tre, que está em desenvolvimento atualmente, é baseado na nova plataforma Iveco S-Way e integra a tecnologia de caminhões, os controles e o infotainment da Nikola. Espera-se que os testes comecem em meados de 2020, com a exibição de protótipos na exposição de veículos comerciais IAA 2020 na cidade de Hannover, Alemanha, em setembro.

“Aproveitando nossas fábricas de alto padrão em Madri e Valladolid, na Espanha, onde o Iveco S-Way é produzido, conseguimos acelerar a montagem final, a integração do sistema de transmissão e a personalização sofisticada do Nikola Tre para uma introdução oportuna no mercado, em 2021”, destaca Gerrit Marx, presidente comercial e de veículos especiais da CNH Industrial.

Essa joint venture faz parte de uma parceria mais ampla estabelecida com a Nikola para acelerar a transformação da indústria em busca da neutralidade de emissões de caminhões de Classe 8 para serviços pesados na América do Norte e Europa por meio da adoção da tecnologia de célula de combustível. O principal foco da colaboração é aproveitar a experiência de cada um dos parceiros para implantar com sucesso caminhões pesados com emissão zero e transformar o setor com um modelo de negócios totalmente novo.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Mercedes-Benz celebra os 120 anos da menina que deu origem ao nome da marca

Há 120 anos, o nome de uma menina de onze anos de idade se tornou a síntese dos carros e d…