\"\"Ingenium é o nome da novíssima família de motores que acaba de ser anunciada pela Jaguar Land Rover. Produzidos na nova unidade industrial da empresa, construída no Reino Unido, os motores, que terão versões a diesel e gasolina, oferecerão índices de torque, potência e refinamento líderes em seus segmentos. Ao mesmo tempo, eles serão totalmente focados na redução dos índices de emissões e na otimização do consumo de combustível.
  
Os motores foram projetados para atender à uma demanda crescente de clientes que estão cada vez mais focados no alto desempenho com a máxima otimização do consumo de combustível e na experiência ao volante.
 
No início do projeto, os engenheiros da Jaguar Land Rover tinham o objetivo de produzir uma família inteira de motores com as seguintes características:
 
 • Configuráveis e flexíveis, de forma a serem instalados com perfeição em uma nova linha de veículos Jaguar e Land Rover;
 
• Passível de flexibilização de escala, tanto para cima quanto para baixo, de forma a oferecer inúmeras variantes de motores com maior ou menor capacidade em um futuro próximo;
 
• Capaz de se adequar às mais distintas utilizações como: equipar modelos de tração traseira, modelos de tração nas quatro rodas, ou mesmo ser instalado na parte traseira ou dianteira do veículo;
 
• Capaz de comportar diferentes tipos de transmissão, tanto automáticas quanto manual, bem como sistemas híbridos de utilização;
 
• Fácil adaptação às futuras tecnologias desenvolvidas pela Jaguar Land Rover assim que elas forem sendo apresentadas.
 
Projetado nos centros de pesquisa e desenvolvimento da Jaguar Land Rover em Whitley e Gaydon, no Reino Unido,a nova família de motores Ingenium será extremamente forte e compacta. Seu peso reduzido será auxiliado pela utilização de blocos em alumínio tanto na versão diesel quanto na versão gasolina.
 
Todas as versões também serão equipadas com tecnologia turbo de última geração, que melhoram o desempenho, especialmente em velocidades mais baixas, ao mesmo tempo em que reduzem as emissões de CO2.
 
A construção dos motores também utilizará muitos componentes comuns em todas as suas versões. Isso os torna menos complexos, mais fáceis de serem produzidos e com melhor qualidade. Tal fato também permitirá à Jaguar Land Rover uma maior agilidade em oferecer sempre propulsores extremamente atualizados.
 
Toda tecnologia embarcada nos novos propulsores também visa a reduzir de forma significativa os índices de fricção interna, o que aumenta a vida útil do motor.
O primeiro motor Ingenium a sair das linhas de montagemda Jaguar Land Rover, um 2.0 litros conhecido como AJ200D, terá 17% menos fricção interna em relação aos motores utilizados atualmente. Isso o fará um dos mais eficientes e ágeis motores 2.0 turbo a diesel existentes no mercado.
 
Todos os motores da família serão equipados com eficientes turbocompressores, com injeção direta de combustível em alta pressão, comando de válvulas variável e sistema stop-start.
 
Os motores Ingenium chegarão ao mercado já como um dos mais testados na história da Jaguar Land Rover. Antes de ele ser disponibilizado para os clientes, uma série de testes duríssimos em diversas condições, que chegam a mais de oito anos de duração estão sendo realizados para garantir a máxima qualidade.
 
O nome “Ingenium” é um derivado do termo latim para a palavra “motor”
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Volvo XC60 é o híbrido que menos desvaloriza no Brasil

Estudo da Auto Informe analisa todos os modelos comercializados no País durante um ano; XC…