Pela primeira vez, a Jeep ultrapassou a barreira de 100 mil emplacamentos anuais, com exatas 106.945 unidades.

Pela primeira vez passando de 100 mil unidades vendidas, a marca Jeep fechou o quarto ano seguido de forte crescimento, além de ser a número 1 em utilitários-esportivos desde 2016.

Até hoje, o SUV recordista brasileiro de vendas mensais (6.976 unidades em dezembro de 2015), o Jeep Renegade está novamente de volta à liderança entre os utilitários-esportivos. No mês passado, o modelo registrou 5.498 emplacamentos, mais do que qualquer outro SUV. Agora em janeiro, o Renegade continua no topo, seguido pelo Compass, fazendo a dobradinha da marca que inventou o segmento no mundo, há quase 80 anos. E com os atuais 22,9% de participação, os Jeep estão perto de representar um entre cada quatro SUVs vendidos no País.

O sucesso do Jeep Renegade é uma das provas que as evoluções feitas na linha 2019 foram acertadas. Entre elas, os faróis de LED, a maior tela multimídia do segmento (de 8,4 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay), o para-choque com maior ângulo de entrada nas versões Flex, as novas rodas e a grade redesenhada. “O público está aprovando as readequações feitas em toda a linha, com menos versões, mais equipamentos e preços competitivos, deixando o Renegade ainda mais atraente”, declara Tania Silvestri, diretora da Jeep para América Latina.

Para a executiva, o sucesso da dupla produzida no Polo Automotivo Jeep, em Pernambuco, é uma das muitas respostas positivas dos consumidores brasileiros, que em 2018 colocaram a marca na liderança absoluta em SUVs pelo terceiro ano seguido. “Mas ainda mais importante é ver que existe uma relação muito especial entre os clientes e a marca. Nossos veículos conseguem motivar as pessoas a buscarem momentos de liberdade, aventura, autenticidade e paixão, que são os valores que norteiam a Jeep”, diz Tania. Não à toa, o clube de relacionamento Jeep Nation já conta com mais de 10 mil sócios, depois de menos de três meses do lançamento.

Jeep lidera as vendas totais de SUV no Brasil desde 2016

Pela primeira vez, a Jeep ultrapassou a barreira de 100 mil emplacamentos anuais, com exatas 106.945 unidades. Em relação a 2017, a alta foi de 21,3%, bem acima da evolução de 13,2% do mercado de automóveis no Brasil. De forma consistente, a fatia da marca sempre aumenta, passando de 4,7% em 2017 para 5,1% em 2018 e com tendência de subida em 2019, apontada nestes primeiros dias de janeiro. A Jeep lidera desde 2016 as vendas totais de SUV no Brasil.

Em 2018, enquanto o Renegade teve notáveis 46.344 unidades vendidas, o Jeep Compass foi o campeão entre todos os utilitários-esportivos, com 60.284 registros. Este número significou nada menos do que 11,7% de todo o segmento de SUVs que, por sua vez, continua subindo e já representa quase um quarto de todos os automóveis comercializados no Brasil (24,38%, ante 22,27% em 2017).

Artigos Relacionados
Leia mais em Destaques
Comentários estão fechados

Veja também

Novo Corolla feito no Brasil será o primeiro veículo híbrido flex do mundo

Com essa motorização, o Novo Corolla será o carro movido a etanol mais eficiente do País e…