A Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara aprovou o Projeto de Lei 5048/16, do deputado Izalci (PSDB-DF), que amplia para transporte coletivo semiurbano os benefícios do Estatuto da Juventude: reserva, para jovens de baixa renda, de duas vagas gratuitas e de no mínimo duas vagas com desconto de 50%.Atualmente, o benefício é limitado às linhas interestaduais.
O transporte coletivo semiurbano, que liga áreas urbanas contíguas e regiões metropolitanas, é hoje equiparado ao transporte urbano para fins de benefícios de gratuidade. 
O relator, deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), entendeu que a proposta não tem impactos negativos no funcionamento das cidades, objeto da Comissão de Desenvolvimento Urbano, e por isso votou pela aprovação. “Embora a medida diga espeito a sistema de transporte em operação nos núcleos urbanos, sua implementação não traz desdobramentos que possam interferir no funcionamento das cidades”, disse.
Rocha, no entanto, alertou que a Comissão de Viação e Transportes terá de se debruçar sobre os aspectos mais polêmicos da proposta: a mudança no conceito de transporte coletivo semiurbano e também medidas compensatórias das novas cotas, o que pode incluir aumento da tarifa. 
Fonte: Agência Câmara Notícias
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

BMW Group estabelece código de ética para o uso de inteligência artificial

O BMW Group continua a acompanhar os desenvolvimentos globais em termos de inovações tecno…