A Kia Motors do Brasil inicia esta semana a comercialização do Optima com motor Nu de 2.0 litros, 4 cilindros em linha, DOHC 16 válvulas CVVT,  à gasolina, com 165 cavalos a 6.000 rpm e torque de 20,2 kgm a 4.600 rpm, com transmissão  automática de seis velocidades com opção de troca sequencial, ao preço sugerido de R$ 99,9 mil, em substituição à versão do sedã esportivo com motor Theta II de 2.4 litros e 180 cavalos de potência, comercializado até agora por R$ 115,9 mil.
 
“Com essa versão de 2.0 litros, o Kia Optima mantém sua principal característica de sedã esportivo, além de ter o design mais atualizado de sua categoria. Com isso, pretendemos triplicar as vendas do Kia Optima no mercado brasileiro a partir de agora”, avalia José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil.
 
O sedã Kia Optima chegou ao Brasil no primeiro semestre de 2012 e se firmou como um dos símbolos da contínua transformação de design pela qual a Kia tem passado. De desenho inédito e deslumbrante, o destaque fica para o perfil dinâmico que transmite elegância e confiança por todos os ângulos. Projetado nos estúdios da Kia em Frankfurt, na Alemanha, e na Califórnia, EUA, o Optima se baseia em uma plataforma totalmente nova de médio porte que permitiu novas dimensões e proporções. Seu projeto proporcionou uma tela única para que a equipe mundial de designda Kia criasse um veículo que se diferencia de tudo o que há em seu segmento.
 
\"\"
 
"O Optima apresenta um misto de linhas simples e fluidas e formas elegantes e ao mesmo tempo descomplicadas, que chamam a atenção da mesma maneira como o faz um terno italiano bem cortado”, afirma Peter Schreyer, chefe de Design da Kia Motors Corporation e hoje presidente do grupo automotivo Hyundai-Kia. “Cada centímetro do Optima projeta um estilo refinado e uma atenção extrema a todos os detalhes”.
 
As principais novidades do Optima 2015 são a nova grade frontal ainda mais robusta, em relação ao modelo anterior, incorporando novo designdos faróis de neblina; a ponteira esportiva única do escapamento; lanternas traseiras maiores e mais envolventes; espelhos retrovisores externos com regulagem e rebatimento elétricos; maçanetas externas na cor do veículo com filete cromado; e rodas de liga leve aro 18’’.
 
O Optima possui um elevado nível de itens de segurança e tecnologia. Airbags frontais, laterais e de cortina; câmera de ré com visor LCD de 3,5’’ no espelho retrovisor interno; cintos de segurança traseiros de três pontos (central traseiro tipo subabdominal); cintos dianteiros com pré-tensionadores, limitadores de carga e regulagem de altura; controle eletrônico de estabilidade (ESP); controle eletrônico de tração (TCS); direção com assistência hidráulica progressiva e desembaçador do vidro traseiro temporizado.
 
Além disso, a versão conta com Eco System que, quando ativado por meio do botão Eco, otimiza a operação do sistema de transmissão, motor e ar-condicionado, proporcionando economia de combustível – com controle no volante; encostos de cabeça dianteiros ativos; espelho retrovisor interno com antiofuscamento automático; freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD; luz diurna de navegação em LED; para-brisa com desembaçador automático; sensor de chuva; sensores de aproximação no para-choque traseiro; sistema de assistência em aclives (HAC); sistema de assistência em frenagens (BAS) e sistema ISOFIX.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
A Kia Motors do Brasil inicia esta semana a comercialização do Optima com motor Nu de 2.0 litros, 4 cilindros em linha, DOHC 16 válvulas CVVT,  à gasolina, com 165 cavalos a 6.000 rpm e torque de 20,2 kgm a 4.600 rpm, com transmissão  automática de seis velocidades com opção de troca sequencial, ao preço sugerido de R$ 99,9 mil, em substituição à versão do sedã esportivo com motor Theta II de 2.4 litros e 180 cavalos de potência, comercializado até agora por R$ 115,9 mil.
 
“Com essa versão de 2.0 litros, o Kia Optima mantém sua principal característica de sedã esportivo, além de ter o design mais atualizado de sua categoria. Com isso, pretendemos triplicar as vendas do Kia Optima no mercado brasileiro a partir de agora”, avalia José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil.
 
O sedã Kia Optima chegou ao Brasil no primeiro semestre de 2012 e se firmou como um dos símbolos da contínua transformação de design pela qual a Kia tem passado. De desenho inédito e deslumbrante, o destaque fica para o perfil dinâmico que transmite elegância e confiança por todos os ângulos. Projetado nos estúdios da Kia em Frankfurt, na Alemanha, e na Califórnia, EUA, o Optima se baseia em uma plataforma totalmente nova de médio porte que permitiu novas dimensões e proporções. Seu projeto proporcionou uma tela única para que a equipe mundial de designda Kia criasse um veículo que se diferencia de tudo o que há em seu segmento.
 
\"\"
 
"O Optima apresenta um misto de linhas simples e fluidas e formas elegantes e ao mesmo tempo descomplicadas, que chamam a atenção da mesma maneira como o faz um terno italiano bem cortado”, afirma Peter Schreyer, chefe de Design da Kia Motors Corporation e hoje presidente do grupo automotivo Hyundai-Kia. “Cada centímetro do Optima projeta um estilo refinado e uma atenção extrema a todos os detalhes”.
 
As principais novidades do Optima 2015 são a nova grade frontal ainda mais robusta, em relação ao modelo anterior, incorporando novo designdos faróis de neblina; a ponteira esportiva única do escapamento; lanternas traseiras maiores e mais envolventes; espelhos retrovisores externos com regulagem e rebatimento elétricos; maçanetas externas na cor do veículo com filete cromado; e rodas de liga leve aro 18’’.
 
O Optima possui um elevado nível de itens de segurança e tecnologia. Airbags frontais, laterais e de cortina; câmera de ré com visor LCD de 3,5’’ no espelho retrovisor interno; cintos de segurança traseiros de três pontos (central traseiro tipo subabdominal); cintos dianteiros com pré-tensionadores, limitadores de carga e regulagem de altura; controle eletrônico de estabilidade (ESP); controle eletrônico de tração (TCS); direção com assistência hidráulica progressiva e desembaçador do vidro traseiro temporizado.
 
Além disso, a versão conta com Eco System que, quando ativado por meio do botão Eco, otimiza a operação do sistema de transmissão, motor e ar-condicionado, proporcionando economia de combustível – com controle no volante; encostos de cabeça dianteiros ativos; espelho retrovisor interno com antiofuscamento automático; freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD; luz diurna de navegação em LED; para-brisa com desembaçador automático; sensor de chuva; sensores de aproximação no para-choque traseiro; sistema de assistência em aclives (HAC); sistema de assistência em frenagens (BAS) e sistema ISOFIX.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Volvo XC60 é o híbrido que menos desvaloriza no Brasil

Estudo da Auto Informe analisa todos os modelos comercializados no País durante um ano; XC…