Uma das peças-chave para a consolidação da montadora sul-coreana no circuito verde, o Kia Niro faz sua estreia na América Latina durante o 29º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo..
O mercado de subcompacto CUV é dos segmentos que mais cresce no mundo e o Kia Niro traz um pacote ainda mais prático e exclusivo para os consumidores. O modelo é mais um introduzido pela Kia Motors EcoDynamics, e embora tenha precedentes da mobilidade limpa, como o Kia Optima híbrido e o Kia Soul EV, é o primeiro modelo da marca montado sobre uma plataforma ECO, totalmente nova e dedicada ao próximo line-up de modelos verdes.
Design “Un-Hybrid” – Desenvolvido nos Centros de Design da Kia em Irvine, na Califórnia, e Namyang, na Coreia, o Kia Niro foi projetado para demonstrar aos consumidores da marca que não é preciso sacrificar um veículo envolvente ou de utilidade funcional em nome da eficiência. A linguagem de design do modelo forte e confiante com superfícies sutilmente esculpidas e compensadas com sinais mais robustos é atípica para um veículo híbrido.
 
As baterias de alta tensão localizadas sob os assentos traseiros também contribuem com o espaço de carga e da cabine. Além de espaço e conforto que garantem um ambiente agradável a todos os ocupantes do veículo, os engenheiros da Kia não mediram esforços para desenvolver um isolamento acústico eficiente para a estrutura frontal do veículo, com foco na suspensão e vedação com espumas. Vale acrescentar que o para-brisa acústico e espelhos laterais foram projetados de forma a minimizar o ruído do vento.
A nova plataforma do Niro foi especificamente projetada para acomodar um único powertrain híbrido gasolina-elétrico e traz uma estrutura leve e durável com 53% de aço de alta resistência (AHSS). O uso de materiais também contribuiu com a integridade estrutural e rigidez a torções.

Powertrain híbrido – O Kia Niro traz um powertrain eficiente e envolvente começando com um Kappa 1.6 litro GDI de quatro cilindros totalmente novo e projetado especificamente para aplicações híbridas. Ao desenvolver 103 cavalos de potência, o novo motor marca a primeira combinação do ciclo Atkinson ao arrefecer-se da recirculação do gás de escape (EGR) para maximizar a eficiência.
As emissões são melhoradas por meio do sistema de recuperação de calor do escape do Kia Niro. O motor de tração de 43 hp, conhecido como o dispositivo elétrico montado na transmissão (TMED), trabalha em conjunto com o motor à gasolina para produzir um desempenho robusto de 146 cavalos de potência e 195 lb-ft de torque.
Toda a potência do modelo é transmitida por meio de um recém-desenvolvido projeto de transmissão de seis velocidades e dupla embreagem (DCT), que não só aumenta a eficiência como também trata-se de um fator chave para a grande experiência de condução do Niro.
A transmissão oferece suaves e rápidas mudanças de marcha e todo o sistema traz no conjunto uma bateria de 1,56 kWh de lítio-íon polímero leve e compacta, localizada sob o banco traseiro. A bateria de alta tensão permitiu ao time de engenharia da Kia Motors o uso de um motor menor para maximizar a economia de combustível e reduzir as emissões de gases.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 20 anos de uma história de sucesso no Brasil

Da importação de carros à fabricante nacional de automóveis, marca consolida sua presença …