Considerado um dos mais modernos do País, o laboratório de emissões de motores da FPT Industrial, localizado em Betim (MG), recebeu a visita do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo). Na ocasião, as instituições realizaram diversas análises acerca dos procedimentos e metodologias de ensaios, além de averiguar em detalhe as  instalações do local. Após avaliações e ações de melhoria, o laboratório da FPT Industrial foi considerado totalmente apto a realizar ensaios de homologações de emissões em motores industriais, de acordo com as normas e procedimentos do PROCONVE – Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores.
 
O laboratório de emissões da FPT Industrial conta com dois dinamômetros ativos, capacitados para rodar com qualquer motor industrial fabricado no Brasil e que chegam a 1000 cv de potência. Com toda esta tecnologia disponível, a FPT Industrial  torna-se plenamente capaz de realizar localmente todo o desenvolvimento, calibração e homologações de emissões de seus propulsores.
 
Os dinamômetros são totalmente automatizados e acompanham em tempo real o que está acontecendo com todos os dados do motor, por meio de sistemas informatizados. Além disso, incluem todo sistema de amostragem de gases de emissões e minitúnel de diluição com banco de análise de gases para provas de homologação.
 
Durante os testes, é possível analisar a quantidade de gases THC, NH3, CO, NOx, CO2, CH4, NMHC e determinação de material particulado emitidos durante os ciclos de provas, atendendo aos requisitos da norma brasileira ABNT 15634 (Veículos Rodoviários Automotores – Análise e determinação do gás de escapamento segundo os ciclos ETC, ESC e ELR). “Desde o início do processo, já foram realizadas mais de 2.000 horas de testes, a fim de manter a precisão e coerência em todas as medições, atendendo sempre às normas e legislações vigentes”, explica Helton Lage, diretor de Engenharia da FPT Industrial na América Latina.
 
Os equipamentos contam também com sistemas completos de condicionamento de fluidos do motor, como água, óleo e combustível. Além de sistemas de medição de fluxo de ar, que permitem a realização de praticamente todos os tipos de provas de validação e desenvolvimento sobre motores. São capazes de simular quaisquer condições de funcionamento do motor como, por exemplo, diferentes ciclos de frenagem nas condições que o veículo exige.
 
Com investimento próximo aos R$ 12 milhões, o novo laboratório é mais um passo para a ampliação da gama de serviços oferecidos pela FPT Industrial para seus clientes e inclusive para outros fabricantes, confirmando a preocupação da empresa em atender as exigências de um mercado cada vez mais competitivo em relação à confiabilidade, redução do consumo de combustível e eficiência energética dos motores.
 
“O reconhecimento do governo é um importante passo para o desenvolvimento da FPT na América Latina, e está alinhado com nosso compromisso de crescimento e consolidação no mercado de motores industriais”, afirma o presidente da FPT Industrial América Latina, José Luis Gonçalves.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 20 anos de uma história de sucesso no Brasil

Da importação de carros à fabricante nacional de automóveis, marca consolida sua presença …