A Comissão de Viação e Transportes da Câmara aprovou projeto de lei (PL 1045/15) que obriga o poder público a planejar locais de repouso e descanso para os caminhoneiros, de modo a respeitar o tempo máximo de direção, que é de cinco horas e meia ininterruptas.
O projeto é de autoria do deputado Hugo Leal (PSB-RJ) e recebeu parecer favorável do relator, deputado Wilson Beserra (PMDB-RJ), que apresentou um substitutivo.
O texto original obriga os concessionários de rodovias a construir estações de apoio com serviços que garantam o conforto e a conveniência dos motoristas. O relator explicou que a Lei dos Caminhoneiros (Lei 13.103/15) já prevê a construção de pontos de parada e apoio nas rodovias concedidas, necessários para o descanso dos motoristas profissionais.
Beserra optou por apresentar uma nova redação exigindo que os pontos de apoio respeitem o tempo máximo de direção ininterrupta para os caminhoneiros. A exigência valerá para rodovias concedidas para a iniciativa privada ou mantidas pelo poder público.
Fonte: Agência Câmara Notícias
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

MINI estreia no Rally Dakar com três equipes no Top 5

Todos os oito times MINI percorreram o trajeto de 331 quilômetros entre Lima Pisco, no Per…