Segunda corrida da temporada da Moto2 foi realizada no último domingo, no tradicional Circuito de Jerez, na cidade de Jerez de la Frontera.

O Campeonato Mundial de Moto2 está de volta. Depois de realizada apenas uma corrida em 2020 – no Catar, em março -, devido à pandemia do coronavírus, os pilotos voltaram a correr pela categoria. No último domingo, dia 19, aconteceu o GP da Espanha, no tradicional Circuito de Jerez, na cidade de Jerez de la Frontera. Foram mais de quatro meses sem corridas. E o grande vencedor foi o piloto italiano Luca Marini, que fez uma corrida dominante e controlada em Jerez para conquistar sua primeira na temporada 2020 da Moto2 – e sua terceira com o motor Triumph, desde o ano passado. A partir da segunda linha do grid, na quarta posição, o piloto da Sky Racing Team VR46 fez progressos constantes para tomar a dianteira na quarta volta, tirando o pole position do piloto Jorge Martin, e mantendo-se na dianteira até o final.

Trabalhando duro na primeira metade da corrida, Marini abriu uma distância de 1,5 segundo para o segundo colocado e conseguiu administrar bem esta vantagem até o final. Apesar da pressão contínua nas seis voltas finais, o vencedor do GP do Catar, o piloto japonês Tetsuta Nagashima, não pôde fazer nada para mudar o ritmo de Marini e teve mesmo que se contentar com o segundo lugar – um desempenho também impressionante, pois ele começou a prova na oitava posição. Tendo feito algo parecido no Catar, onde veio da 14ª colocação para conseguir sua primeira vitória na Moto2 com motor triplo da Triumph. Vale a pena ficar de olho nele nas próximas disputas. O detentor da pole position, o espanhol Jorge Martin, foi ultrapassado por Marini e Nagashima na quarta volta, mas depois ficou na terceira posição pelo resto do tempo, disputando uma corrida bastante solitária e só sofrendo pressão de Sam Lowes nas últimas voltas. Por fim, o inglês não conseguiu alcançar Martin e voltou para casa em quarto lugar.

Apesar de a temperatura do ar estar 50% mais quente em Jerez do que durante o mesmo GP de 2019, pois foi realizado dois meses depois devido ao calendário revisado da Moto2, o trabalho de desenvolvimento do motor triplo da Triumph, de 765 cc, concluído antes da temporada ter início, continuou a redefinir a categoria Moto2. Marcel Schrotter estabeleceu um novo recorde absoluto de volta nos treinos livres às 3h da madrugada do sábado, após o recorde também ter sido batido no Catar, em março. No Triumph Triple Trophy, a volta mais rápida de Nagashima durante a corrida de domingo deu a ele uma vantagem antecipada nas posições, enquanto na segunda corrida consecutiva havia dois pilotos estabelecendo a mesma velocidade máxima mais rápida, demonstrando o quão próximo o desempenho dos motores é e quão forte está a concorrência.

“Luca fez uma corrida imperiosa em Jerez para obter uma vitória merecida, principalmente depois de ter liderado grande parte da prova no Catar e terminar decepcionado. Também é ótimo ver Tetsuta emergindo como uma força nesta temporada, pois ele mais uma vez conseguiu se impor, demonstrando o quão emocionante as corridas da Moto2 continuam a ser. Também estou satisfeito por ver outro novo recorde definitivo sendo estabelecido, principalmente depois de todo o nosso trabalho nos motores triplos de 765 cc durante o inverno. Com quase um conjunto completo de novos recordes de volta estabelecidos em nossa primeira temporada na Moto2, no ano passado, agora estamos competindo contra nossos próprios recordes existentes, trabalhando duro para dar mais aos pilotos, pois eles também se familiarizaram com os motores Triumph e os novos estilo de pilotagem”, afirma Steve Sargent, diretor de Produto da Triumph.

O motor de corrida Triumph Moto2 de 765 cc é um desenvolvimento da motocicleta de estrada Street Triple RS 765 cc, líder da sua categoria, que produz 140 cv de potência. A próxima etapa no calendário da Moto2 será realizada, de novo, em Jerez, no próximo final de semana, 26 de julho.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

IMSA: Derani vai em busca de mais um pódio neste domingo em Mid-Ohio

Brasileiro destaca características difíceis do traçado, mas segue confiante e embalado, ap…