O Lunar quattro é uma sonda que poderá ser lançada no espaço em 2017 a bordo de um foguete, viajando mais de 380 mil quilômetros, e chegando ao seu destino em cinco dias. O veículo, uma das atrações da Audi no Salão do Automóvel de São Paulo, realizado entre 10 e 20 de novembro, deverá explorar cerca de 500 metros do território lunar e transmitir vídeos e imagens em alta definição para a Terra.
Produzida pelos cientistas alemães da Part-Time Scientists com o suporte tecnológico da Audi, a sonda participa do projeto Google Lunar XPrize. O objetivo do concurso é inspirar engenheiros do mundo todo no desenvolvimento de métodos de baixo custo para a exploração espacial. “Vamos usar as tecnologias desenvolvidas pela nossa empresa para ajudar o homem na exploração do espaço”, afirma Jörg Hofmann, presidente e CEO da Audi do Brasil.
 
Única montadora a participar do projeto, a Audi é responsável pelo desenvolvimento de componentes leves, tração integral quattro e tecnologia da condução autopilotada. Especialistas da marca trabalham no projeto desde 2015 fornecendo o know-how tecnológico da engenharia leve e a experiência na otimização de design para preparar o Lunar quattro para a sua missão na Lua.
Durante o seu desenvolvimento, a sonda passou por várias fases de testes e apresenta entre seus componentes um painel solar ajustável, que utiliza os raios do sol como fonte de energia para uma bateria de íons de lítio, responsável por alimentar quatro motores elétricos. Existem ainda três câmeras montadas na frente do veículo, duas estereoscópicas e uma científica.
O Lunar quattro tem uma velocidade máxima de 3,6 km/h. Os atributos mais importantes do veículo para viajar sobre a superfície irregular da Lua são as suas características off-road e sua capacidade de navegar de forma confiável.
 
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

GM apresenta sua primeira picape 100% elétrica

HUMMER EV conta com potência estimada de 1.000 cv, baterias Ultium com autonomia superior …