Levantamento realizado pela Seguradora Líder, administradora do DPVAT (Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres) aponta que, em média, 370 pedestres são envolvidos em acidentes de trânsito no Brasil todos os dias. Os números consideram as indenizações pagas no primeiro semestre deste ano e colocam esse como o segundo tipo de vítima que mais recebeu indenizações do seguro. No topo do ranking estão os motociclistas. 
 
O número de mortes causadas por atropelamentos chama a atenção. Conforme a empresa, nos primeiros seis meses do ano foram 7,8 mil indenizações, respondendo por 31% dos casos de óbitos no trânsito. O número representa uma média de 43 mortes de pedestres por dia. 
 
Os casos de invalidez permanente são ainda mais expressivos: no primeiro semestre, foram mais de 50 mil indenizações, totalizando 20% dos casos registrados pela Seguradora Líder-DPVAT. 
 
“Os pedestres são os mais vulneráveis no trânsito. Os demais atores têm lataria ou equipamentos e dispositivos de segurança que ajudam na proteção em caso de um acidente”, alerta o diretor-presidente da Seguradora, Ricardo Xavier. 
 
Como solicitar o DPVAT
 
Qualquer pessoa que tenha sido vítima ou familiar de alguém que se envolveu em um acidente de trânsito pode solicitar o seguro, sem necessidade de intermediários. Se a documentação estiver correta, o valor é pago em até 30 dias, feito por meio de conta corrente ou poupança da vítima ou seus beneficiários. 
 
O valor chega a R$ 13,5 mil em caso de morte ou invalidez permanente (variando conforme o grau) e até R$ 2,7 mil para reembolso de despesas médicas e hospitalares comprovadas.
 
Para obter mais informações, basta ligar para o número 0800 022 12 04 ou acessar o site: www.dpvatsegurodotransito.com.br.
 
Semana Nacional do Trânsito 2014 
 
A Semana Nacional de Trânsito 2014 alerta para o problema. Com o tema “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020: Cidade para as pessoas: Proteção e Prioridade ao Pedestre”. O objetivo, segundo o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) é ampliar o conceito de segurança dos mais vulneráveis e debater questões essenciais para a mobilidade urbana sustentável, segura e acessível, que priorize a circulação de pedestres. 
 
Nas unidades do Sest Senat, as ações serão realizadas entre 22 e 26 de setembro. Também com foco na busca por um trânsito mais seguro, humano e sustentável, as ações da instituição serão voltadas para a necessidade de uma boa convivência entre motoristas e ciclistas nas ruas.
  
Fonte: Agência CNT de Notícias
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
Levantamento realizado pela Seguradora Líder, administradora do DPVAT (Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres) aponta que, em média, 370 pedestres são envolvidos em acidentes de trânsito no Brasil todos os dias. Os números consideram as indenizações pagas no primeiro semestre deste ano e colocam esse como o segundo tipo de vítima que mais recebeu indenizações do seguro. No topo do ranking estão os motociclistas. 
 
O número de mortes causadas por atropelamentos chama a atenção. Conforme a empresa, nos primeiros seis meses do ano foram 7,8 mil indenizações, respondendo por 31% dos casos de óbitos no trânsito. O número representa uma média de 43 mortes de pedestres por dia. 
 
Os casos de invalidez permanente são ainda mais expressivos: no primeiro semestre, foram mais de 50 mil indenizações, totalizando 20% dos casos registrados pela Seguradora Líder-DPVAT. 
 
“Os pedestres são os mais vulneráveis no trânsito. Os demais atores têm lataria ou equipamentos e dispositivos de segurança que ajudam na proteção em caso de um acidente”, alerta o diretor-presidente da Seguradora, Ricardo Xavier. 
 
Como solicitar o DPVAT
 
Qualquer pessoa que tenha sido vítima ou familiar de alguém que se envolveu em um acidente de trânsito pode solicitar o seguro, sem necessidade de intermediários. Se a documentação estiver correta, o valor é pago em até 30 dias, feito por meio de conta corrente ou poupança da vítima ou seus beneficiários. 
 
O valor chega a R$ 13,5 mil em caso de morte ou invalidez permanente (variando conforme o grau) e até R$ 2,7 mil para reembolso de despesas médicas e hospitalares comprovadas.
 
Para obter mais informações, basta ligar para o número 0800 022 12 04 ou acessar o site: www.dpvatsegurodotransito.com.br.
 
Semana Nacional do Trânsito 2014 
 
A Semana Nacional de Trânsito 2014 alerta para o problema. Com o tema “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020: Cidade para as pessoas: Proteção e Prioridade ao Pedestre”. O objetivo, segundo o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) é ampliar o conceito de segurança dos mais vulneráveis e debater questões essenciais para a mobilidade urbana sustentável, segura e acessível, que priorize a circulação de pedestres. 
 
Nas unidades do Sest Senat, as ações serão realizadas entre 22 e 26 de setembro. Também com foco na busca por um trânsito mais seguro, humano e sustentável, as ações da instituição serão voltadas para a necessidade de uma boa convivência entre motoristas e ciclistas nas ruas.
  
Fonte: Agência CNT de Notícias
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

No Dia da Árvore, Ford reforça seu compromisso com a preservação ambiental

Tratamento ecológico na Fábrica de Camaçari, que mantém 2,4 milhões de m² de áreas verdes …