Com os títulos em aberto e ainda muitos pontos em jogo, o Mercedes-Benz Challenge realiza suas duas últimas etapas da temporada 2015 em Interlagos (SP). As corridas estão marcadas para 15 de novembro, no mesmo dia do Grande Prêmio Petrobras do Brasil de Fórmula 1, e 13 de dezembro, finalizando a competição. Com isso, a pista paulistana verá a decisão dos títulos das categorias C 250 Cup e CLA AMG Cup e é encarada como o momento mais esperado do ano.
Além da expectativa de competir “com casa cheia” nas duas ocasiões, tecnicamente os pilotos dão um valor especial às duas provas, justamente por acontecerem no mesmo traçado. “Com duas etapas no mesmo local será importante, para o resultado final do campeonato, trabalhar muito para ter um bom acerto”, receitou o gaúcho Fernando Júnior, atual líder da CLA AMG Cup. 
A última corrida do ano, em dezembro, valerá pontuação dobrada. Este fato dá peso ainda maior para o traçado paulistano: “É uma pista só, mas com muitos pontos em jogo. Vamos trabalhar e fazer treinos, pois o intervalo entre as provas é longo”, completou o gaúcho, logo após chegar no segundo lugar na última etapa, em Campo Grande (MS), quando sua equipe já pensava na continuidade da temporada. Fernando Júnior soma 97 pontos, contra 82 do vice-líder, Adriano Rabelo.
 
 
Ao todo, as duas corridas de Interlagos colocarão em jogo 60 pontos – 20 para a vitória no dia 15 de novembro e 40 na prova final. Poucas vezes na história do torneio uma pista teve tamanha importância. Mas, ao contrário do que acontece nos demais circuitos, a familiaridade com o trajeto não traz benefícios aos pilotos locais, já que a pista paulista é a mais utilizada por competidores de todo o Brasil. 
Na categoria CLA AMG Cup, após seis etapas realizadas, as maiores chances de título estão com o líder Fernando Júnior (97 pontos) e Adriano Rabelo (82). Mas, matematicamente, o catarinense Cristian Mohr (58) e o gaúcho Pierre Ventura (54) ainda têm chances. A C 250 Cup tem uma situação ainda mais aberta: matematicamente, nove pilotos ainda têm condições de brigar pelo campeonato, mas o favoritismo está entre os líderes Luiz Sena Jr/Cleiton Campos (91 pontos), Betinho Sartório (84), Peter Michel Gottschalk (82) e Marcos Paioli/Peter Gottschalk Júnior (77).
Confira a classificação após seis etapas:

CLA AMG Cup
1) Fernando Jr., 97 pontos
2) Adriano Rabelo, 82 pontos
3) Cristian Mohr, 58 pontos
4) Pierre Ventura, 54 pontos
5) Cesare Marrucci, 49 pontos
6) Neto De Nigris, 45 pontos
7) Arnaldo Diniz, 39 pontos
8) Carlos Kray, 39 pontos
9) Fernando Fortes, 37 pontos
10) Roger Sandoval, 37 pontos
11) Peter Ferter, 35 pontos
12) Cláudio Dahruj, 30 pontos
13) Luiz Ribeiro, 27 pontos
14) César Fonseca, 27 pontos
15) Fernando Poeta, 22 pontos
16) Marcelo Hahn, 21 pontos
17) Fernando Amorim, 19 pontos
18) Victor Amorim, 19 pontos
19) Betão Fonseca, 16 pontos
20) Guilherme Daudt, 13 pontos
21) José Vitte, 10 pontos
22) Rodney Felício, 9 pontos
23) Danilo Pinto, 9 pontos
24) Paulo Totaro, 7 pontos
25) Otávio Mesquita, 6 pontos
26) Lorenzo/Paulo Varassin, 6 pontos
27) Marcos Ramos, 0 pontos
28) Lineu Linardi, 0 pontos
C 250 Cup
1) Luiz Sena Jr./Cleiton Campos, 91 pontos
2) Betinho Sartório, 84 pontos
3) Peter Michel Gottschalk, 82 pontos
4) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, 77 pontos
5) Christian Germano, 61 pontos
6) Marcio Basso, 60 pontos
7) Flávio Andrade, 47 pontos
8) Max Mohr, 45 pontos
9) Beto Rossi, 43 pontos
10) Edson Ferreira, 36 pontos
11) Claudio Simão, 33 pontos
12) Roberto Santos, 24 pontos
13) Theo De Nigris, 20 pontos
14) Thiago De Nigris, 20 pontos
15) Bruno Mesquita, 17 pontos
16) Maurício Lund, 8 pontos
17) Alline Cipriani, 7 pontos
18) Carlos Alberto Guilherme, 5 pontos
19) Roberto Cirino, 3 pontos
20) Alexandre Navarro, 0 pontos.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Camaro completa 10 anos no Brasil

Ao todo 6,5 mil unidades do Chevrolet foram emplacadas no Brasil desde 2010, mais que o do…