Home Destaques Mercedes-Benz lança ônibus urbano Super Padron para até 100 passageiros

Mercedes-Benz lança ônibus urbano Super Padron para até 100 passageiros

Comentários desativados em Mercedes-Benz lança ônibus urbano Super Padron para até 100 passageiros

Novo O 500 R 1830 é o maior chassi da categoria 4×2 urbano no mercado brasileiro, podendo receber carrocerias de até 14 metros

Atenta às demandas dos clientes e às tendências de mercado, a Mercedes-Benz amplia o seu portfólio de ônibus com a chegada do Super Padron O 500 R 1830, o maior chassi da categoria 4×2 urbano do mercado brasileiro, desenvolvido para carrocerias de até 14 metros de comprimento.

O novo Super Padron O 500 R 1830 4×2 é especialmente indicado para sistemas de transporte coletivo urbano que utilizam linhas segregadas, corredores e faixas exclusivas, como, por exemplo, as capitais estaduais Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre e Curitiba, além de outras grandes cidades.

A versão de chassi 4×2 da Mercedes-Benz tem a vantagem de não precisar de manutenção do 2º eixo direcional, condição necessária nas versões 6×2. Além disso, por apresentar somente dois eixos, há um menor arraste dos pneus traseiros ou dianteiros (conforme a versão do 6×2), o que também se traduz em menor custo de manutenção, contribuindo para a redução do consumo de combustível.

O Super Padron sai de fábrica com piso alto, podendo receber carrocerias de até 5 portas: 3 à direita com degraus para acesso pela calçada e 2 à esquerda para acesso pelos corredores de ônibus centrais. Com isso, atende plenamente à altura de plataformas de embarque de 920 mm, com conforto e segurança de acessibilidade aos passageiros, incluindo os cadeirantes.

Os clientes podem escolher entre três versões de layout do novo Super Padron O 500 R 1830 4×2. A de maior comprimento da carroceria, com 14 metros, pode ser configurada para até 95 passageiros (64 em pé, 30 sentados e 1 cadeirante), ou 90 passageiros (60 em pé, 29 sentados e 1 cadeirante), além do motorista. As duas opções são indicadas para linhas mais longas, em que as pessoas ficam mais tempo sentadas.

Uma outra versão de carroceria de 13,6 metros tem capacidade para até 100 passageiros (76 em pé, 23 sentados e 1 cadeirante), além do motorista. A maior lotação é indicada para linhas com maior frequência de embarque e desembarque. As propostas de layout são flexíveis para os operadores e as empresas de ônibus, que podem elaborar diversas combinações internas para melhor atender o transporte da sua cidade.

Outro importante diferencial de mercado do Super Padron Mercedes-Benz em relação à concorrência é o maior conforto e segurança oferecidos pelo câmbio automático ZF Ecolife AP1200 de série, com retarder integrado e auxílio de partida em rampa.

O alto padrão de conforto da linha O 500 é amplamente reconhecido no mercado, tanto no segmento urbano, quanto rodoviário, destacando-se pela suspensão totalmente pneumática, com 2 bolsões de ar na dianteira e 4 bolsões de ar na parte traseira. Isso traz comodidade e bem-estar a bordo para os passageiros e conforto de dirigibilidade para o motorista.

Para promover mais acessibilidade no embarque e desembarque de passageiros, o Super Padron sai de fábrica com sistema de ajoelhamento da suspensão. Além disso, a posição do motor na traseira aumenta a área de balanço dianteiro do ônibus e produz menos ruído, o que facilita o acesso e também proporciona maior conforto para os motoristas.

No quesito segurança, o Super Padron se destaca por freios a disco, EBS e o exclusivo freio-motor auxiliar Top Brake da Mercedes-Benz, que oferece mais segurança, potência de frenagem e menor desgaste dos freios.

O novo modelo de ônibus possui também o EIS (Engine Idle Shutdown), sistema de desligamento automático do motor. Se o ônibus está parado, porém com motor ligado, câmbio no ponto morto e freio de mão acionado, em uma situação que perdure por um longo período – por exemplo, 4 minutos – sem que o motorista acelere o veículo ou acione o freio de serviço, o sistema entra em ação e automaticamente desliga o motor. Esta é uma situação bastante comum em garagens, terminais urbanos e pontos de parada. Nessas circunstâncias, o EIS entra em ação, proporcionando economia no consumo de combustível, além de reduzir as emissões de poluentes e de ruídos.

Artigos Relacionados
Leia mais em Destaques
Comentários estão fechados

Veja também

Novo CTB “simplifica por um lado e endurece por outro”, diz ministro

Validade da CNH passa de cinco para dez anos O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes …