Feira de customização foi palco para o lançamento da quarta geração do Mopar Dodge Challenger Drag Pak, exclusivo para provas de arrancada

Com um estande de mais de 1.400 m² de área, a Mopar apresentou muitas novidades para o público especializado em customização automotiva no SEMA Show, o maior evento do gênero em todo o mundo. A marca de pós-vendas do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) preencheu o espaço com 14 veículos “moparizados”, ou seja, personalizados, alguns deles inéditos.

Challenger dragster

Trata-se da quarta geração da versão para arrancadas do muscle car moderno mais “raiz” de todos. De uso exclusivo em pistas, o Mopar Dodge Challenger Drag Pak 2020 é equipado com o motor HEMI V8 354 (5,9 litros) com compressor, sendo capaz de cumprir o quarto de milha (aceleração de 0 a 402 m) em apenas 7,5 segundos.

Com produção limitada em 50 unidades, o novo Challenger Drag Pak tem gaiola interna de proteção soldada à carroceria, câmbio manual de três marchas T400 com alavanca Kwik-Shift, eixo cardã mais leve, freios de competição, e novo e exclusivo pacote Drag Pak com pneus e rodas mais leves, entre outros itens.

O capô Drag Pak imita o design utilizado no Dodge Challenger SRT Hellcat, com extratores de admissão e calor, enquanto a frente e a traseira seguem exatamente o estilo do Challenger de rua de 717 cv.

Dez vezes Wrangler

Lançada neste ano no Brasil, a nova geração do Jeep® Wrangler conquistou para o modelo o décimo título seguido de “Veículo 4×4/SUV do Ano”. Desde a criação do SEMA Awards, em 2010, nenhum outro modelo venceu essa categoria. O Wrangler não é somente o ícone da marca Jeep e veículo de produção em massa com maior capacidade off-road do mundo, mas também um dos mais customizáveis. Sozinha, a Mopar já oferece mais de 200 acessórios para o Jeep Wrangler e a lista não para de crescer.

“Estamos orgulhosos e honrados de vencer este prêmio pelo décimo ano consecutivo, o que prova não apenas a força perene do Jeep Wrangler, mas também a paixão e a criatividade da comunidade de aftermarket, que continua escolhendo o Jeep Wrangler como a ‘tela’ perfeita para customização”, afirma Mark Bosanac, chefe da Mopar – Serviços, Peças e Costumer Care para a América do Norte.

Presente e passado

A Mopar colocou toda sua expertise em personalização em duas picapes conceituais totalmente diferentes e absolutamente únicas. Ambas montadas com peças e acessórios das linhas atuais da Mopar e também itens ainda em estudo. A Ram 1500 Rebel OTG (Off The Grid – “Fora do Mapa”, numa tradução livre) foi criada para encarar longas expedições e poder explorar lugares remotos. Impulsionada pelo novo motor EcoDiesel V6 de 3 litros, que proporciona torque alto e baixas rotações e consumo reduzido – quesito este reforçado pelo tanque de 125 litros.

A robustez da Ram 1500 Rebel é exacerbada por itens como um kit de elevação (ainda protótipo) de 5 cm e rodas com travas (beadlocks) para segurar dentro do aro os grande pneus Goodyear de 35 polegadas, para citar apenas dois upgrades para o off-road. A caçamba recebeu uma série de equipamentos úteis em diversos tipos de aventuras, como geladeira elétrica portátil e minicozinha, com fogão a gás e pia com sistema de água embutido. Por cima dela, há até uma barraca retrátil.

Por sua vez, a Mopar Lowliner é uma releitura da Dodge D-200 1968, picape da mesma geração das fabricadas pela Chrysler do Brasil de 1969 a 1981, em São Bernardo do Campo (SP). Para fazer jus ao nome, a suspensão foi significativamente rebaixada e essa impressão ficou reforçada pelo aumento da distância entre eixos.

A frente da Lowliner se levanta inteira, eletricamente, para mostrar o tradicional motor a diesel Cummins de 5,9 litros, pareado a um câmbio manual de 6 marchas com alavanca no assoalho. De 22 polegadas, as rodas são de liga leve mas têm estilo de antigas rodas de aço estampado e são abraçadas por enormes pneus – 285/35 na frente e 325/35 atrás. A suspensão a ar oferece três modos: rebaixada, normal e elevada.

Vários itens da carroceria, como maçanetas e emblemas, foram eliminados para deixar o design mais minimalista. O interior tem couro não só nos bancos mas também nas portas e até no forro do teto, onde se destaca um bordado com o logo da Mopar. O painel exibe sete instrumentos da Mopar aplicados sobre uma placa de alumínio.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

DAF CF Electric percorre 150 mil quilômetros movido a eletricidade na Europa

A distância equivale a quase quatro voltas ao redor do mundo e é a experiência prática que…