Segundo dados divulgados pela ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, devido aos ajustes de estoque, foram produzidas 122.037 motocicletas em janeiro, ante 146.557 unidades do mesmo mês de 2014, o que corresponde a uma queda de 16,7%. Em relação a dezembro (84.820), que teve menos dias úteis por conta de férias coletivas, o crescimento da produção foi de 43,9%.
As vendas no atacado – para as concessionárias – atingiram 104.185 motocicletas em janeiro, uma leve alta de 0,4% em relação ao mesmo mês de 2014. Na comparação com dezembro passado (114.104 unidades), houve queda de 8,7%.
“O mês de janeiro é sempre atípico, por conta do período de férias. Além disso, os fabricantes aproveitaram o início do ano para ajustarem os estoques nas fábricas e na rede. Na nossa avaliação, as medidas anunciadas no final de 2014, em especial a alteração na lei de retomada do bem em financiamentos, devem impactar positivamente no futuro no Setor de Duas Rodas. Desta forma, esperamos atingir os números de estabilidade projetados para 2015”, diz Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.
As vendas externas, por conta do efeito Argentina, principal destino às exportações, recuaram 73,8% em relação a janeiro de 2014, chegando a 2.174 unidades. No comparativo com dezembro do ano passado, a queda foi de 64,1%, quando as comercializações atingiram 6.053 motocicletas. A retração, no entanto, está dentro das previsões da entidade.
Emplacamento
Os licenciamentos de janeiro registraram queda de 18,7%, com 108.647 motocicletas emplacadas, ante 133.632 unidades do mesmo mês de 2014. Com relação a dezembro (127.711), a queda foi de 14,9%.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Programa de estágio da Hyundai tem vagas para São Paulo e Piracicaba

Prazo para se candidatar às vagas vai até 30 de novembro A Hyundai Motor Brasil está com i…