Estudo realizado pela SulAmérica Seguros, Previdência e Investimentos mostra que, além de mais cautelosas nos trânsito, as mulheres estão utilizando cada vez mais os serviços oferecidos nas apólices e costumam se manter fiéis a mesma seguradora. 
 
O acionamento do “Motorista Amigo” é um exemplo. O serviço oferecido pela SulAmérica pode ser solicitado sempre que o a condutora não se sentir apta a dirigir, como em casos de ingestão de bebida alcoólica, realização de exames que usem sedação leve como endoscopia ou de exames oculares, por exemplo. A seguradora envia um motorista que leva a condutora e o veículo para casa. Em 2012, 60% dos acionamentos foram feitos por mulheres, que mostra que elas são mais cautelosas.
 
 O comportamento mais prudente das mulheres está refletido no valor médio do seguro de automóveis: as mulheres pagam cerca de 10% menos no valor da apólice.
 
“Aprofundar o conhecimento sobre o perfil do público feminino é fundamental para podermos atender as necessidades e oferecer serviços diferenciados para a segurada. Prova disso é que desde 2009, a SulAmérica oferece o ´Auto Mulher´, seguro de automóveis específico para o público feminino, afirma o diretor de Automóveis da SulAmérica, Eduardo Dal Ri.
 
De acordo com o executivo, a comodidade e o atendimento personalizado são aspectos bastante valorizados pelo público feminino. O índice de utilização do C.A.S.A., Centro Automotivo de Super Atendimento, comprova. Em 2012,  a maioria dos segurados, atendidos nas 35 unidades distribuídas pelo Brasil, era do sexo feminino. Para a SulAmérica, esse número é sinal de que o modelo de Concierge Center, trabalhado nesses postos da seguradora, é uma vantagem que faz a diferença para elas.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Volkswagen celebra produção de 200 mil Polo e Virtus

Os modelos iniciaram a maior ofensiva de produtos da marca Os modelos Polo e Virtus acabam…