Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
A Nissan Argentina inaugurou sua nova sede administrativa na província de Córdoba. O ato contou com a presença do governador, Juan Schiaretti, e do diretor-geral da Nissan, Diego Vignati. O novo escritório receberá a equipe que já trabalha em Córdoba no projeto para a fabricação nacional de picapes a partir de 2018. Fruto de um investimento de 600 milhões de dólares, a iniciativa vai gerar mil novos postos de trabalho e transformará a Nissan em fabricante de automóveis na Argentina.
Durante a visita, as autoridades locais e os diretores da Nissan percorreram as novas instalações,onde serão coordenadas as atividades da nova linha de produção da Nissan. Também participaram do evento os fornecedores locais com os quais a Nissan vem desenvolvendo, em conjunto, este grande projeto industrial. Os presentes puderam ver os avanços para que a produção comece em 2018. Serão fabricadas três picapes: a Nissan Frontier em 2018, seguida pela Renault Alaskan e por um modelo da Daimler até 2020.
 
“O nosso projeto para a fabricação da Nissan Frontier está avançando em alta velocidade. Com a inauguração dos nossos novos escritórios, a bandeira da Nissan já está erguida em Córdoba e a empresa reafirma seu compromisso com o país demostrando, mais uma vez, que cumpre as suas promessas”, destacou Diego Vignati, diretor-geral da Nissan Argentina.
 
“Hoje a Nissan tem um time de especialistas de vários países comprometidos com a entrega de um projeto que garanta a mais alta qualidade de fabricação de Córdoba para toda a América Latina”, acrescentou o executivo.
Origem japonesa
Em homenagem à origem da empresa, durante o evento foi realizada a cerimônia japonesa do Daruma, um amuleto que representa o esforço, a perseverança e a tenacidade para atingir os objetivos. O Daruma é feito artesanalmente e seus olhos são totalmente brancos. No momento de estabelecer um objetivo, pinta-se só um olho como símbolo do começo e lembrete para executá-lo com sucesso. Quando o objetivo é alcançado, pinta-se o outro olho do amuleto, em sinal de agradecimento e satisfação.
Diego Vignati, diretor-geral da Nissan, e Juan Schiaretti, governador de Córdoba, pintaram o primeiro olho do Daruma como símbolo do início oficial do projeto que a Nissan Argentina está desenvolvendo na província.
 
Marcos do Projeto 
A nova linha de produção está sendo desenvolvida com as mais rigorosas normas japonesas para assegurar a qualidade, a confiabilidade e a durabilidade dos veículos. A Nissan tem mais de 80 anos e já vendeu mais de 14 milhões de picapes em todo o mundo, o que garante uma grande competitividade e experiência à marca. 
Em abril de 2015, a Nissan anunciou sua intenção de produzir as picapes Nissan Frontier na Argentina, com um investimento de 600 milhões de dólares, que permitirá a produção de 70 mil unidades por ano para as marcas Nissan, Renault e Mercedes-Benz.
Em setembro de 2015, a Nissan mudou seu modelo de negócios na Argentina: passou de importadora à filial direta, comandando as operações comerciais e o projeto de produção local. Com isso, apostou no potencial do país como mercado e futuro polo de fabricação de picapes. A empresa considera o país fundamental para sua estratégia a longo prazo de posicionamento da marca entre as três primeiras da região.
Em maio de 2017, o CEO da Nissan, Hiroto Saikawa, se reuniu em Tóquio com o presidente da Argentina, Mauricio Macri, para comentar os avanços nos investimentos para a produção em Córdoba. E agora, em setembro de 2017, a empresa inaugura seu escritório, dando continuidade ao processo de investimento e desenvolvimento no país para começar a produção a partir do segundo semestre de 2018.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Dakar 2019 acontece no Peru e terá equipe 100% brasileira

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.Atual bicampeã do Sertões, equipe…