Home Notícias Nissan celebra primeiro ano de atividades do Complexo Industrial de Resende

Nissan celebra primeiro ano de atividades do Complexo Industrial de Resende

Comentários desativados em Nissan celebra primeiro ano de atividades do Complexo Industrial de Resende
Com um evento para os 1.800 funcionários diretos e de fornecedores que atuam no Complexo Industrial de Resende, no Estado do Rio de Janeiro, a Nissan celebrou hoje o primeiro ano de atividades desta unidade. François Dossa, Presidente da Nissan do Brasil, e Atsuhiko Hayakawa, Vice-presidente de Operações da Nissan do Brasil, conduziram a cerimônia no prédio da Fábrica de Motores que integra o complexo.
A empresa também atinge neste dia a produção de 30 mil veículos em Resende desde a inauguração oficial em abril de 2014. Um Nissan Novo Versa Unique, equipado com motor 1.6 16V também feito no complexo industrial, foi o modelo que atingiu esta marca histórica.
“Em apenas doze meses, começamos a produzir em Resende duas linhas de veículos, o New March e o Novo Versa, e duas de motores, o recém-lançado 1.0 12V e o 1.6 16V. Mas o maior objetivo que atingimos neste período, e reforçamos diariamente, é de lançar e fabricar produtos com alto nível de qualidade, seguindo os rigorosos padrões japoneses adotados pela Nissan globalmente”, afirma François Dossa, Presidente da Nissan do Brasil.
 
“O Complexo Industrial de Resende é a base para atingirmos o nosso objetivo de crescimento no mercado brasileiro. Com a chegada do Novo Versa e o primeiro ano completo de produção do New March, a Nissan pretende atingir 3% de participação de mercado no ano fiscal 2015, contra 2,3% no mesmo período de 2014”, complementa Dossa.
A unidade industrial recebeu um dos maiores investimentos realizados no país para a construção de uma fábrica de automóveis, R$ 2,6 bilhões, exatamente para ter um ciclo de produção completo, da área de estamparia até as pistas de testes, incluindo chaparia, pintura, injeção de plásticos, montagem e inspeção de qualidade. No total, ela tem capacidade para produzir até 200 mil veículos e 200 mil motores por ano.
Parque de Fornecedores
O novo Complexo Industrial permite que a Nissan produza mais veículos no Brasil e o objetivo da empresa é que eles sejam cada vez mais nacionais. Por isso, a empresa montou uma área ao lado da unidade de Resende, com infraestrutura completa, para receber fornecedores importantes para sua operação. O Parque de Fornecedores já conta com quatro fabricantes de autopeças, além de outros dois que operam dentro da fábrica de veículos. Todos eles se instalaram na região para atender a Nissan. São eles: Tachi-S, fabricante de bancos; Yorozu, fornecedora de suspensão; Kinugawa, fabricante de borrachas de vedação; CalsonicKansei, componentes de cockpit; Sanoh, tubulações de freios e combustível; e Mitsui Steel, fornecedores de chaparia.
A expectativa, porém, é aumentar ainda mais o número de fornecedores no complexo. Assim, além de reduzir os custos com logística e deixar a produção mais ágil, a Nissan pretende aumentar gradativamente o índice de integração local de peças de seus veículos e motores produzidos no Brasil. O objetivo é chegar a um índice de 80% nos próximos anos.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Preço da gasolina no Nordeste avança 10,81% em março

Alta dos preços na Região foi a menor do território nacional De acordo com o Índice de Pre…