Equipe está de volta à competição de carros elétricos em circuitos de rua, com a mesma determinação e foco em inovações tecnológicas

Além de atualizar o visual do seu monoposto para a 6ª temporada do Campeonato ABB FIA de Fórmula E, a Nissan e.dams também aperfeiçoou o motor do seu carro de corrida para os desafios que enfrentará a partir do próximo fim de semana.

A largada para a sexta temporada à competição de carros elétricos em circuitos de rua será dada amanhã, no Circuito de Rua de Al-Diriyah, em Riad, na Arábia Saudita. O campeonato começa com duas rodadas no mesmo fim de semana, quando a Nissan e.dams correrá pela primeira vez com o motor atualizado, resultado do novo regulamento da categoria. O sistema de motorização dupla que entregou uma performance digna de quebrar recordes para a equipe na 5ª temporada foi substituído por uma configuração com um único motor. As primeiras voltas pré-temporada foram promissoras para o motor atualizado, resultando em tempos que levaram a equipe a se classificar as 10 melhores durante a sessão de testes realizada recentemente em Valência, na Espanha.

Esta é apenas a segunda temporada em que a Nissan e.dams participa da categoria. A equipe está se beneficiando da regularidade ao manter os mesmos pilotos e membros da equipe, com a mesma dedicação e foco na inovação.

“Nossa temporada de estreia foi uma brilhante plataforma para mostrar todo o potencial da mobilidade elétrica e, por isso, vamos continuar nos superando na sexta temporada”, comentou Michael Carcamo, diretor mundial de esportes a motor na Nissan. “Vamos enfrentar novos desafios neste ano, com nosso motor atualizado e uma competição ainda mais acirrada, com a chegada de novos adversários ao campeonato”.

A Nissan está competindo na Fórmula E para demonstrar a potência e performance de suas tecnologias de veículos elétricos zero emissão, além de promover a visão Nissan Intelligent Mobility da empresa, para mudar a forma como os carros são propulsionados, conduzidos e conectados à sociedade.

As lições que a Nissan está aprendendo nas pistas serão utilizadas para promover ainda mais melhorias nos veículos 100% elétricos da empresa, e vice-versa. Por exemplo, o software de gestão da energia no carro de corrida de Fórmula E da Nissan utiliza as linhas de código da programação do Nissan LEAF, o veículo elétrico campeão de vendas da marca, enquanto que os próximos modelos lançados apresentarão fortes influências da máquina de competições.

A corrida de abertura da sexta temporada será a primeira para a equipe Nissan e.dams sem a presença do fundador da escuderia, Jean-Paul Driot. Os filhos Gregory e Olivier passam a assumir suas funções a partir desta temporada.

“Estamos extremamente orgulhosos por tudo o que foi conquistado por nosso pai no automobilismo esportivo”, comentaram Gregory e Olivier Driot, por meio de um comunicado conjunto. “Nossa meta é certamente dar continuidade ao que ele conquistou, com dedicação e determinação. Ele realmente faz falta, mas estamos determinados a continuar competindo em sua homenagem nesta temporada e nas outras que virão”.

Também pela primeira vez no ePrix de Al-Diriyah, o carro da Nissan de Fórmula E exibirá o logo da Expo 2020 de Dubai. Como patrocinadora automotiva oficial do evento, a Nissan vai trabalhar em conjunto com a organização da Expo 2020 de Dubai para exibir as últimas inovações, conceitos e tecnologias da indústria automotiva para um público global.

Comentários dos pilotos:

Sébastien Buemi

“Terminamos a temporada passada com um excelente ritmo e a vitória em Nova Iorque. Acho que estamos bem posicionados para continuar neste ritmo na temporada seis. Devido ao novo regulamento, vamos dar a largada com uma configuração com um único motor, mas senti o carro muito forte nos testes pré-temporada.”

“Também fizemos um bom trabalho no simulador, para nos prepararmos para a primeira corrida, mas só poderemos ter certeza de como vamos nos sair quando estivermos na pista lado a lado com nossos adversários. Os testes pré-temporada nos deram uma boa ideia, mas existem enormes diferenças entre correr no autódromo de Valência e competir em um circuito de rua, como o Al-Diriyah de Riad”.

Oliver Rowland

“Estou chegando à sexta temporada com a experiência acumulada durante um ano inteiro, o que para mim é um ponto extremamente positivo em comparação com a temporada anterior”.

“Agora eu me sinto muito mais bem preparado e sei o que me espera. A Nissan e.dams fez um excelente trabalho de atualização do motor. Gostei bastante de correr neste circuito no ano passado. Há uma pequena variação de elevação e algumas partes iradas na pista em que você passa literalmente raspando pelos muros”.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

DAF CF Electric percorre 150 mil quilômetros movido a eletricidade na Europa

A distância equivale a quase quatro voltas ao redor do mundo e é a experiência prática que…