A Nissan apresenta no Salão do Automóvel de Buenos Aires uma nova versão da sua popular pick-up. Trata-se da exclusiva Frontier Attack, um conceito da sua icônica pick-up, a Nissan Frontier, inspirada pelos ´monster-trucks´ mais imponentes. Como fez em 2015 com o Kicks Concept, a marca japonesa procura capturar as impressões do público argentino sobre esta nova versão para avaliar o possível potencial de produção do veículo.
Recentemente desenvolvida e produzida especialmente para o Salão do Automóvel de Buenos Aires 2017, a pick-up Frontier Attack Concept fez sua estreia mundial na Argentina, como a 3ª geração da série Attack, complementando o line-up da Frontier. Criada pela equipe do Estúdio de Design da Nissan no Brasil e inspirada nos terrenos mais extremos da América Latina, o conceito apresenta um design revolucionário mais robusto e equipado, ideal para os fãs de pick-ups.
 
O exterior da nova Frontier Attack Concept não deixa dúvidas do seu instinto provocativo e intenso, e se destaca pelos tons fortes (vermelho brilhante e preto cromado). Ela também apresenta faróis de máscara negra, estribos, barras de colisão e rack para mala com o nome do modelo, além de espelhos na cor cinza. O nome da versão ainda é visto nas laterais, nos pneus de aro 16 e no para-choque traseiro cromado.
O interior também tem um toque cromado e detalhes em cinza no painel central e assentos, e volante com acabamento em vermelho.
 
Em relação ao tamanho, a nova pick-up é 40 mm mais alta do que a Frontier tradicional, o que junto com os assentos e o teto mais largos, a torna uma das pick-ups mais imponentes do mercado.
A Nissan Frontier Attack Concept oferece uma resposta poderosa aos desafios da direção ´off-road´, de forma inteligente. A vida a bordo agora é mais confortável graças aos equipamentos tecnológicos. O mecanismo de tração 4×4 pode ser ativado com o toque de um botão, o que permite mudar a tração em movimento.
O sistema VDC (Controle Dinâmico do Veículo) ajuda a melhorar a performance da tração e a segurança em todas as 4 rodas. O sistema dá ainda mais tranquilidade e segurança à condução. Além disso, o sistema VDC é combinado com outras tecnologias, como o de trava anti-bloqueio que melhora a dirigibilidade em situações difíceis.
A Nissan Frontier Attack conta ainda com um sistema de entretenimento chamado Nissan Multi-App, que inclui sistema de navegação por GPS e um monitor touch screen de 6.2″ de última geração, aplicativos como Waze e Spotify, sistema bluetooth e streaming de música. O Multi-App é parte da estratégia de Mobilidade Inteligente da Nissan, dentro do pilar de Direção Inteligente da Nissan.
 
O conceito Frontier Attack, assim como a pick-up Frontier, mantém a motorização 2.3l a diesel, com 190 CV e 450 NM de torque, associada a uma caixa de marcha de 6 velocidades, e suspensão traseira MULTILINK com eixo rígido, única no segmento de pick-ups médias. Destaca-se a eficiência e o equilíbrio do motor 2.3l em relação à cilindrada, potência e torque. Ele atinge um torque máximo em baixa rotação, tornando-se uma excelente opção no mercado. O torque máximo fica entre 1.500 e 2.500 RPM.
A pick-up também incorpora a visão da Nissan para o futuro: a Mobilidade Inteligente, criada para guiar o desenvolvimento de produtos e garantir aos consumidores ao redor do mundo um futuro mais seguro e sustentável. Neste sentido, a Nissan Frontier Attack Concept ainda conta com dois sistemas de auxílio em ladeira: 
O HSA (Sistema Inteligente de Partida em Rampa) impede o carro de andar para trás quando está em um aclive, impedindo-o de bater em outro veículo, pessoa ou objeto atrás, proporcionando uma saída tranquila. O sistema detecta a situação, mantem a pressão do freio por até três segundos depois que o pé do motorista solta o pedal do freio. Ele funciona com a alavanca de mudanças nas posições “drive” ou ré.
O HDC (Controle Inteligente de Descida) permite que as descidas em pavimentos acidentados sejam controladas automaticamente, até a velocidade máxima de 25 km/h, sem que o condutor tenha de tocar no pedal do freio. Quando o sistema é ligado – por meio de um botão no painel –, o veículo desce usando os sistemas ABS e EBD para controlar a velocidade de cada roda. Se o veículo acelerar sem interferência do condutor, o HDC aplicará automaticamente os freios para diminuir a velocidade.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Stellantis reúne crianças e adolescentes com mensagem sobre equidade de gênero

Associada ao Movimento Mulher 360, companhia reitera o compromisso de fortalecer políticas…