A fabricação do modelo no Complexo Industrial de Resende começou em maio de 2017; Mais de 45 mil unidades foram produzidas nesses 12 meses.

Um ano. Parece que foi ontem que o Complexo Industrial da Nissan em Resende começou a fabricar o crossover urbano Nissan Kicks para o mercado brasileiro. E nesses dozes meses são muitas as conquistas e os números do modelo, que já é o mais vendido da marca japonesa, com 46% do total. Consolidado entre os mais vendidos, foi o líder em março com mais de 5 mil unidades comercializadas.

Fabricado no Brasil com qualidade japonesa e equipamentos diferenciados para o seu segmento – como a Visão 360° com Sistema Inteligente de Câmeras, o Detector Inteligente de Objetos em Movimento, Controle Inteligente de Chassi, Controle Dinâmico em Curvas, Estabilizador Ativo de Carroceria e Controle Inteligente de Freio Motor – o Nissan Kicks mudou o segmento de crossovers em um ano.

Para a produção brasileira, o Complexo Industrial de Resende recebeu mais de 150 novos equipamentos e um segundo turno foi aberto, com a contratação de 600 funcionários. Além disso, ganhou novas áreas na Linha de Produção e na Inspeção de Qualidade. Tudo para atender especificamente ao crossover. Os equipamentos permitem desde uma montagem precisa e segura da tampa do porta-malas até a pintura do teto “flutuante” nas versões “2-Tone” e a calibração de sistemas de tecnologia avançada como a Visão 360º.

Em um ano foram vendidos mais de 38,5 mil unidades do Kicks brasileiro. Se todos fossem enfileirados, seria possível ir do o Brasil ao Japão. E se os porta-malas dos 45.060 Kicks fabricados em Resende fossem preenchidos ao mesmo tempos, seria possível carregar 19.448.640 litros de bagagem.

O Nissan Kicks está no mercado brasileiro antes de ser produzido localmente. Foi lançado em agosto de 2016 e, gradualmente, foi chegando a outros mercados da América Latina na sequência. É vendido em países como México, Colômbia, Peru e Chile e se tornou o crossover mais vendido da Nissan na região em 2018.

Veja alguns números e curiosidades desse primeiro ano de Kicks fabricado em Resende:

Total produzido: 45.060 unidades
Total vendido: 38.515 unidades*
Cores mais vendidas: Branco Diamond, Cinza Grafite e Preto Premium (correspondem a 66,9% do total)
Versão “2-Tone” mais comprada: Branco Diamond com Teto Preto
Estados que mais compram: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná (na sequência). São Paulo concentra 36% do total vendido
Versões mais vendidas: SV e SL (totalizam 67%)
*Incluindo as unidades trazidas do México de 2016 a 2017, total é 60.920 unidades

Alguns dados da produção:
• O teste para ajustar o funcionamento da Visão 360º com Câmeras Inteligentes dura em torno de 1’,15″ segundos, por veículo
• Nesta estação de trabalho ajusta-se também o Assistente Inteligente de Frenagem (FEB), que também equipa a versão SL. Leva aproximadamente 2 minutos
• 600 funcionários foram contratados para a fabricação do Kicks em Resende, resultando na abertura de um segundo turno
• A Nissan investiu R$ 750 milhões de investimentos para nacionalizar o modelo
• A exportação do Kicks começou em menos de 6 meses
• A Argentina foi o primeiro país a receber o modelo – já são 4.447 unidades exportadas
• O Kicks tem 3.169 pontos de solda por conta da sua carroceria mais recortada (o Versa tem 2.913 pontos)

Artigos Relacionados
Leia mais em Destaques
Comentários estão fechados

Veja também

Mobi é o PCD mais barato do Brasil

Mobi Easy com isenções pode custar R$ 25.799, preço abaixo de qualquer outro modelo no paí…