\"\"

 
Dentro de sua política de sempre oferecer novidades e o melhor custo-benefício aos clientes, a Nissan do Brasil lança a linha 2014 da picape média Frontier com muitas novidades. Entre elas, a adoção do design renovado desde a opção de entrada, nova nomenclatura das versões e mais itens de série. Disponível nas concessionárias da marca em todo país, a Frontier 2014 têm preços que começam em R$ 91.990.
 
O design renovado da Frontier na série especial “10 Anos”, lançado no fim do ano passado, foi aprovado pelos clientes e agora está disponível em todas as versões do utilitário produzido em São Jose dos Pinhais (PR). Assim, a linha inteira do modelo passa a contar com o para-choque e a grade frontal redesenhados, que deixam a picape ainda mais robusta.  
 
As versões têm agora nova nomenclatura. A de entrada “XE” passa a se chamar “S”, a intermediária “SE” vira “SV Attack”, enquanto a “LE” torna-se “SL”. A mudança padroniza as versões da Frontier com a de outros modelos da Nissan, como, por exemplo, March e Versa.
 
\"\"
 
A Nissan também aperfeiçoou a oferta de itens de série em todas as versões. Desde a versão de entrada “S”, a Frontier passa a contar agora computador de bordo; detalhes prateados nos anéis do painel de instrumentos e botões dos vidros elétricos e acabamentos cromados dos botões do sistema de ar-condicionado, freio de estacionamento, saídas de ar e maçanetas internas. A “S” ganhou ainda o sistema keyless de chave.
 
Na opção intermediária “SV Attack”, a Frontier 2014 traz novo rádio 2DIN com CD, mp3 e entradas auxiliar e para cartão SD e rodas de liga leve com design diferenciado na cor titanium, mesma tonalidade dos farois de neblina e do detalhe da parte inferior do para-choque.
 
A SL AT tem novas rodas de liga leve aro 18, acabamento prateado na parte inferior do para-choque, além de novo design dos farois de neblina, que agora são cromados. A versão passa a contar com frisos laterais na cor do veículo; volante de couro com novo design; bancos de couro com a identificação das versões estampada; chave inteligente I-Key; controle dinâmico do veículo (VDC); câmera de ré e ar-condicionado digital automático de duas zonas. Toda a linha da picape Frontier conta airbag e freios com sistema antitravamento ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD) como item de série.
 
Cada vez mais completa
 
Com 17.563 unidades vendidas no ano passado, a Nissan Frontier cresceu 28% na comparação com 2011, ano que apresentou incremento de 59%. Além da sua tradição no segmento, o aumento consistente nas vendas da Frontier é decorrente das constantes atualizações do modelo, o que atraiu mais consumidores para a marca Nissan, segundo Tiago Castro, gerente de marketing de produto. “Sempre ouvimos o que clientes e concessionários têm a dizer. Com base nisso, e na tecnologia Nissan disponível no mundo, preparamos as melhorias para a linha. Essa estratégia nos ajudou a elevar as vendas de 8,5 mil para 17,5 mil unidades vendidas por ano entre 2010 e 2012, mais de 100%”, afirma.
 
Entre os incrementos que a Nissan fez na linha nos últimos anos estão a inclusão como itens de série do para-choque traseiro cromado, protetor de radiador de aço; acabamento interno em tom mais escuro; rádio 2DIN com display colorido de 4.3’ e câmera de ré; conexão USB e iPod; controle do sistema de áudio no volante; entre outros. Uma das melhorias mais significativas veio no ano passado, quando a linha ganhou o a terceira geração do motor YDK 2.5 turbodiesel, com potência (até 32%) e torque (26%) maiores. O propulsor desenvolve 190 cv a 3.600 rpm nas versões 4×4 e 163 cv a 3.600 rpm nas com tração traseira (4×2).
   
Mesmo mais forte e potente, o motor ficou até 10% mais econômico em comparação ao da segunda geração, resultado direto da tecnologia empregada na construção do novo propulsor. As inovações também reduziram as emissões e tornaram a picape da Nissan a primeira do segmento a atender às normas do PROCONVE L6, que desde o ano passado vigoram no Brasil.
 
Para reduzir os níveis de emissões de gases produzidos pelo motor da picape Frontier, a Nissan do Brasil buscou o que a marca tem de melhor no mundo. Desta forma, trouxe para o País o que é oferecido atualmente aos consumidores europeus de veículos comerciais leves, mercado com um dos maiores níveis de exigência na redução de emissões por parte dos automóveis. Assim, o novo motor 2.5 turbodiesel atinge índices 26% menores, em média, em relação à geração anterior (YDK2).
 
\"\"
 
Entre as modificações estão a troca de componentes para reduzir o atrito das partes móveis da unidade principal e, também, no cabeçote – que recebeu a última geração do sistema de injeção eletrônica de combustível de alta pressão. A Frontier passou a contar ainda com o filtro de partículas de diesel (DPF, em inglês), que está diretamente relacionado ao controle de emissões.
 
O condutor nota rapidamente que o torque maior do novo motor facilita muito o rodar, principalmente nas cidades. Afinal, com mais força plena em rotações baixas (2.000 rpm), menos trocas e reduções de marchas. Esse detalhe faz muita diferença para o motorista, que não precisará reduzir a velocidade da caixa de câmbio ao passar em uma lombada ou depressão. Em alguns casos é possível fazer isso até com a quinta marcha engatada. E o menor uso do câmbio significa, claro, maior eficiência no consumo de combustível, tornando o novo motor até 10% mais econômico na estrada e até 9% na cidade.
 
DNA Japonês
 
Além de ser uma das melhores opções do seu segmento, principalmente por conta das modificações realizadas no motor e por seu custo-benefício, a picape  Nissan Frontier mantém qualidades que a tornaram referência como o sistema de tração Shift-on-the-Fly para as situações de off road. Com ele, a tração integral pode ser facilmente acionada por meio de um botão no painel, com o carro em movimento a até 80 km/h. Este acionamento eletrônico está disponível em três modos: 4×2, 4×4 e 4×4 com reduzida, sendo o último o mais indicado para superar terrenos excessivamente irregulares, arenosos ou lamacentos.
 
\"\"
 
As medidas off road mostram que a Nissan Frontier é uma picape de verdade, criada para encarar qualquer desafio. O ângulo de ataque é de 32º, enquanto o de saída é de 24º. A capacidade máxima de subida de rampa é de 39º e a altura livre do solo é de 220 mm, oferecendo uma condução segura e sem sustos nos pisos off road. As versões Attack contam de série de pneus de uso misto, que não alteram o conforto para os passageiros nem aumentam os ruídos e ampliam ainda mais a capacidade do fora de estrada da Frontier. 
 
Apesar de ter no seu DNA a capacidade para enfrentar qualquer tipo de terreno acidentado, a Nissan Frontier não dispensa o conforto para os passageiros. Com 5.230 mm de comprimento, sua distância entre-eixos é a maior do segmento de picapes médias: 3.200 mm. Desta forma, o espaço interno é excelente. Além disso, o banco traseiro tem inclinação de 23° no encosto, o que proporciona mais comodidade para quem viaja no banco de trás. A Frontier mede ainda 1.850 mm de largura e 1.780 mm de altura. Sua suspensão foi desenvolvida para ser resistente nos terrenos fora de estrada e, ao mesmo tempo, confortável. O conjunto dianteiro é independente, com braços triangulares duplos, mola helicoidal e barra estabilizadora. O traseiro possui eixo rígido com feixes de mola.
 
Para o transporte de cargas, a Nissan Frontier oferece 454 mm de altura na caçamba, solução que aumenta a capacidade de transportar mais objetos – o comprimento é de 1.513 mm e a largura, 1.494 mm. Com essas dimensões, a Frontier tem capacidade de carga para até 1.030 kg ou 1.012 litros.
 
Preços e versões
 
Frontier S 4×2 (R$ 91.990)
 
Frontier S 4×4 (R$ 100.490)
 
Frontier SV Attack 4×2 (R$ 98.990)
 
Frontier SV Attack 4×4 (R$ 107.990)
 
Frontier SL 4×4 AT (R$ 128.590)
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Novo Ford Edge ST vem com motor V6 Biturbo EcoBoost e tração AWD

O Edge ST é o primeiro SUV de performance da Ford no mundo e o primeiro veículo a introduz…