Marca histórica representa crescimento de 33% na fabricação de motores neste ano na comparação com 2017.

O Complexo Industrial da Nissan em Resende vem operando desde o ano passado com a capacidade máxima de seus dois turnos. Neste mês, a fábrica alcançou mais uma marca especial: 300 mil motores produzidos. O sucesso de vendas do Nissan Kicks na América Latina é um dos responsáveis pelo ritmo acelerado de produção.

Os números do Complexo Industrial de Resende revelam um crescimento progressivo na fabricação de motores. Enquanto no ano de 2017 o Complexo Industrial produziu 79.573 unidades, em 2018 foram feitos 105.223 motores na fábrica do Sul fluminense, um crescimento de 33%.

O avanço na produção também tem uma estreita relação com o crescimento do projeto de exportação da fábrica, que hoje atende oito países da América Latina. Em 2018, o Nissan Kicks “made in Brazil” ganhou dois novos mercados: Argentina e Paraguai.

“Desde 2014 a Nissan vem mantendo em Resende o alto padrão japonês de qualidade. Alcançar uma marca tão importante em tão pouco tempo confirma que a empresa está comprometida com o Brasil e com a América Latina. Resende é fundamental para o crescimento da marca na região e vem cumprindo seu objetivo”, afirmou Sergio Casillas, Vice-Presidente de Operações de Manufatura da Nissan América Latina.

A unidade de Resende é responsável pela fabricação dos motores flexfuel 1.0 12V, de três cilindros, e 1.6 16V, de quatro cilindros. Os motores propulsionam os três modelos produzidos em Resende: Nissan March, Nissan Versa e o Nissan Kicks.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Brasileiro de Enduro FIM começa com novidades e grandes disputas

Alto nível técnico e as estreias do Super Prime e das categorias Kids marcam o início do c…