Marca histórica representa crescimento de 33% na fabricação de motores neste ano na comparação com 2017.

O Complexo Industrial da Nissan em Resende vem operando desde o ano passado com a capacidade máxima de seus dois turnos. Neste mês, a fábrica alcançou mais uma marca especial: 300 mil motores produzidos. O sucesso de vendas do Nissan Kicks na América Latina é um dos responsáveis pelo ritmo acelerado de produção.

Os números do Complexo Industrial de Resende revelam um crescimento progressivo na fabricação de motores. Enquanto no ano de 2017 o Complexo Industrial produziu 79.573 unidades, em 2018 foram feitos 105.223 motores na fábrica do Sul fluminense, um crescimento de 33%.

O avanço na produção também tem uma estreita relação com o crescimento do projeto de exportação da fábrica, que hoje atende oito países da América Latina. Em 2018, o Nissan Kicks “made in Brazil” ganhou dois novos mercados: Argentina e Paraguai.

“Desde 2014 a Nissan vem mantendo em Resende o alto padrão japonês de qualidade. Alcançar uma marca tão importante em tão pouco tempo confirma que a empresa está comprometida com o Brasil e com a América Latina. Resende é fundamental para o crescimento da marca na região e vem cumprindo seu objetivo”, afirmou Sergio Casillas, Vice-Presidente de Operações de Manufatura da Nissan América Latina.

A unidade de Resende é responsável pela fabricação dos motores flexfuel 1.0 12V, de três cilindros, e 1.6 16V, de quatro cilindros. Os motores propulsionam os três modelos produzidos em Resende: Nissan March, Nissan Versa e o Nissan Kicks.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Público poderá acompanhar as 24 Horas de Le Mans ao vivo do cockpit dos Ford GTs

Os quatro Ford Gts da equipe Ford Chio Ganassi em Le Mans: retorno ao circuito onde a marc…