\"\"
 
A Citroën aumentou sua liderança entre os construtores no Campeonato Mundial de Rali (WRC) após a etapa mexicana. Uma segunda posição de Mikko Hirvonen/Jarmo Lehtinen e uma quarta de Dani Sordo/Carlos del Barrio possibilitaram que a equipe somasse 30 pontos. Agora, tem seis pontos de vantagem sobre a segunda colocada – depois de três ralis em 2013.
 
No dia final da etapa mexicana, Mikko Hirvonen teve de impor um forte ritmo para manter-se em segundo lugar, pois Thierry Neuville estava a apenas 7s5 atrás do finlandês. O piloto da Citroën conseguiu ser o mais rápido de todos na especial mais longa do dia, de 54,85 km, o que representou sua segunda vitória de estágio no fim de semana.
 
“Apenas tínhamos uma missão hoje [domingo], que era manter nosso segundo lugar, então estou satisfeito por ter conseguido cumpri-la”, disse Hirvonen. “Não abusei em Guanajuatito [especial mais longa], pois queria manter meus pneus para o ‘Power Stage’. Mas, neste, fui cauteloso em excesso na primeira parte, que era realmente rápida, com muitos ‘mergulhos’, e não pude terminar essa especial entre os três primeiros. Estou satisfeito por ter obtido meu primeiro pódio nesta temporada. É um bom resultado, que se deve muito à minha consistência. No entanto, parece que temos muito trabalho a fazer.”
 
\"\"
 
Quarto no fim do segundo dia, Dani Sordo manteve sua posição até o fim. “É um bom resultado, pois significa que a Citroën ampliou sua liderança”, afirmou o espanhol. “Embora tenhamos progredido no fim de semana, não pude desafiar outros competidores porque sofri para me adaptar ao carro. Vamos continuar a trabalhar, especialmente nos testes marcados para antes do Rali de Portugal.”
 
Yves Matton, chefe de equipe da Citroën Racing, ressaltou a ampliação da liderança entre os construtores e, por isso, classificou o resultado como “bom”. Ele também disse: “Não foi fácil, especialmente para Dani, que teve dificuldades para tirar o máximo do carro. Trabalhamos intensamente ao longo do fim de semana, e acredito que começaremos a colher os frutos disso a partir de Portugal. Mikko, por outro lado, ficou feliz com seu DS3 WRC e pôde lutar mais à frente. Mas ambos os nossos carros marcaram pontos, o que se alinha ao objetivo que impusemos a nós mesmos.”
 
Competindo com o DS3 WRC da Abu Dhabi Citroën Total WRT, Chris Atkinson foi o sexto colocado. Também com um Citroën DS3 WRC, o mexicano Benito Guerra obteve a oitava posição.
 
Classificação do Campeonato Mundial de Rali após 3/13 provas


Pilotos
1) Sébastien Ogier (França), VW Polo, 74 pontos; 2) Sébastien Loeb (França), Citroën DS3, 43 pontos; 3) Mikko Hirvonen (Finlândia), Citroën DS3, 30; 4) Dani Sordo (Espanha), Citroën DS3, 27; 5) Mads Ostberg (Noruega), Ford Fiesta, 26; 6) Thierry Neuville (Bélgica), Ford Fiesta, 25; 7) Jari-Matti Latvala (Finlândia), VW Polo, 15; 8) Martin Prokop (República Tcheca), Ford Fiesta, 14; 9) Bryan Bouffier (França), Citroën DS3, 10; 10) Nasser Al-Attiyah (Catar), Ford Fiesta RS, 10; 11) Juho Hänninen (Finlândia), Ford Fiesta, 8; 12) Chris Atkinson (Austrália), Citroën DS3, 8; 13) Ken Block (Estados Unidos, Ford Fiesta RS, 6; 14) Sepp Wiegand (Alemanha), 4; 15) Henning Solberg (Noruega), Ford Fiesta, 4; 16) Benito Guerra (México), Citroën DS3, 4; 17) Evgeny Novikov (Rússia), Ford Fiesta, 3; 18) Olivier Burri (Suíça), Peugeot 207, 2; 19) Michal Kosciuszko (Polônia), Mini John Cooper Works, 1; 20) Yazeed Al Hajri (Arábia Saudita), Ford Fiesta, 1 ponto.
 
Copilotos
 
1) Julien Ingrassia (França), VW Polo, 74 pontos; 2) Daniel Elena (Mônaco), Citroën DS3, 43 pontos; 3) Jarmo Lehtinen (Finlândia), Citroën DS3, 30; 4) Carlos del Barrio (Espanha), Citroën DS3, 27; 5) Jonas Andersson (Suécia), Ford Fiesta, 26; 6) Nicolas Gilsoul (Bélgica), Ford Fiesta RS, 25; 7) Miikka Anttila (Finlândia), VW Polo, 15; 8) Michal Ernst (República Tcheca), Ford Fiesta, 14; 9) Giovanni Bernacchini (Itália), Ford Fiesta RS, 10; 10) Xavier Panseri (França), Citroën DS3, 10; 11) Tomi Tuominen (Finlândia), Ford Fiesta RS, 8; 12) Stéphane Prevot (Bélgica), Citroën DS3, 8; 13) Alex Gelsomino (Itália), Ford Fiesta RS, 6; 14) Frank Christian (Alemanha), Skoda Fabia, 4; 15) Emil Axelsson (Suécia), 4; 16) Borja Rozada (México, Citroën DS3, 4; 17) Ilka Minor (Áustria), Ford Fiesta RS, 3; 18) André Saucy (Suíça), Peugeot 207, 2; 19) Maciej Szczepaniak (Polônia), Mini John Cooper Works, 1; 20) Michael Orr (Grã-Bretanha), Ford Fiesta, 1 ponto.
 
Equipes
 
1) Citroën Total Abu Dhabi WRT (Citroën DS3), 87 pontos; 2) Volkswagen Motorsport (Polo), 81; 3) Qatar M-Sport WRT (Ford Fiesta), 37; 4) Qatar World Rally Team (Ford Fiesta), 35; 5) Abu Dhabi Citroën Total WRT (Citroën DS3), 23; 6) Jipocar Czech National Team (Ford Fiesta), 14 pontos; 7) Lotos Team WRC (Mini John Cooper Works), 12.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 50 anos da linha Z com o 370Z 2020

Edição especial do aniversário de 50 anos inspirada no lendário carro de corrida BRE 240Z …