Lançado em 1982 e ícone de mercado, o Classe C é o modelo daMercedes-Benz mais vendido no mundo, inclusive no Brasil. Em agosto de 2014, a marca lançou a quinta geração desse best-seller, que ganhou linhas agressivas e mais esportividade, o que vem atraindo uma gama ainda maior de clientes. As características estéticas e tecnológicas agregadas ao novo modelo, provindas da Classe E e da Classe S, conquistam o cliente aspiracional, fã da marca, que encara o Classe C como porta de entrada para o mundo dos sedãs premium.
Nesse primeiro ano de vendas da nova geração do modelo, o Classe C registrou números expressivos, com 7.435 unidades comercializadas desde seu lançamento até setembro de 2015. Levando em conta o acumulado de janeiro a setembro de 2015, o modelo foi carro-chefe de vendas com 5.186 veículos emplacados, liderando o segmento de sedãs médios em sua categoria.
 
Esses números também impulsionaram os resultados da marca, que fechou o período com recorde. Foram 12.719 unidades comercializadas até setembro, o que fez a marca alcançar a liderança no segmento premium.
“O ano de 2015 tem sido bastante satisfatório para as vendas de automóveisMercedes-Benz. Além de contribuir para os recordes obtidos, os dois modelos que escolhemos para produzir no Brasil, o Classe C e o GLA, têm conquistado o público local. Se olharmos somente para a família Classe C, ela representa 42% das vendas da Mercedes-Benz no acumulado do ano. Resultados como esse nos deixam otimistas para iniciar as operações na cidade Iracemápolis em 2016”, afirma Dirlei Dias, gerente sênior de Vendas e Marketing da Mercedes-Benz do Brasil.
A partir do próximo ano, o Brasil será o quinto local de produção do Classe C e o primeiro mercado a oferecer o modelo com motorização flexível. Atualmente, a quinta geração do modelo é fabricada em Bremen, na Alemanha; East London, na África do Sul; Tuscaloosa, nos Estados Unidos e Beijing, na China.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ford Fund doa 9.000 máscaras para comunidades de São Paulo em projeto que gera renda para costureiras

Em parceira com a Aldeias Infantis SOS Brasil, a iniciativa faz parte do projeto Costura S…