Anunciadas em pré-venda no final do primeiro trimestre, nova modelos da família 650 representam estilo único e performance, com alto padrão de esportividade e design

Dois lançamentos, que representaram um dos maiores destaques no último Salão Duas Rodas 2019, já estão à disposição nos mais de 1.100 pontos de vendas da Honda em todo Brasil. Tratam-se da CB 650R e CBR 650R, modelos que refletem o novo posicionamento da marca em oferecer novos conceitos, mais modernos e com alta tecnologia, em sintonia com o mercado.

Inspirada no conceito Neo Sports Café, inaugurado no Brasil pelo modelo CB 1000R, a nova representante da linha CB mescla design minimalista com a agressividade típica das café racer, fator explicitado pela substituição do sufixo “F” pelo “R”, que desde sempre designa as Honda de verdadeira inspiração esportiva. Disponível nas cores azul perolizado, vermelho e prata metálico, a naked CB 650R tem preço público sugerido de R$ 39.416,00, base estado de São Paulo, não inclusos despesas de frete e seguro.

Já a CBR 650R 2020 tem nas formas de sua carenagem uma clara identidade com a superesportiva de referência da Honda, a Fireblade. Além disso, a versão esportiva também segue o conceito “Total Control”, e mesmo com a troca do “F” pelo “R” no nome segue sendo acessível para usuários de diferentes níveis, satisfazendo desde os mais experientes a novatos que desejam evoluir na pilotagem. Disponível nas cores vermelho e cinza metálico, a CBR 650R tem preço público sugerido de R$ 41.080,00, base estado de São Paulo, não inclusos despesas de frete e seguro.

A CB 650R explora o conceito Neo Sports Café através de proporções ultra compactas, que exaltam o motor quatro cilindros em linha e conciliam agressividade com elegância. Com peso reduzido em cerca de 4 kg, a nova naked traz uma sofisticada suspensão dianteira tipo invertido, cálipers do freio dianteiro com fixação radial e rodas ainda mais leves.

A posição de pilotagem permite um posicionamento agressivo graças ao guidão de alumínio cônico e pedaleiras levemente recuadas. A iluminação Full-LED destaca o novo grupo ótico dianteiro, circular, elemento característico do estilo Neo Sports Café. O painel de instrumentos é do tipo Black out LCD e inclui indicador de marchas engatadas e luz-alerta “shift-up”, que avisa o momento ideal para troca de marchas.

A esportiva CBR 650R exala a agressividade que se espera de uma genuína herdeira da tradição CBR. A carenagem tem como destaque a parte frontal, composta pelo novo grupo ótico duplo e tomadas de ar, elementos que evidenciam a forte esportividade do modelo.

O novo banco em dois níveis, a rabeta essencial e os semi-guidões fixados sob a mesa superior, que oferecem posicionamento ideal para pilotagem esportiva, são outros detalhes que deixam clara a intenção de ampliar as capacidades esportivas do modelo.

Iluminação Full-LED, painel Black out, indicador de marchas também estão presentes na CBR 650R, assim como a inédita suspensão invertida, a frenagem com cálipers radiais e as rodas aliviadas.

Elementos em comum a estas duas Honda 650 são motor e chassi. O tetracilindro DOHC arrefecido a líquido é dotado de câmbio de seis marchas com embreagem assistida, deslizante e sistema HSTC – Honda Selectable Torque Control.

O chassi tubular de aço segue a arquitetura tipo Diamond, com a zona da fixação do eixo da balança realizada em aço estampado e não mais em aço forjado, o que resultou em uma economia de peso de 1,9 kg se comparado com o chassi da “F.

A atualização técnica do motor que equipa a CB 650R e CBR 650R teve por objetivo oferecer desempenho mais esportivo aos modelos. Deste modo, o tetracilíndro DOHC de 16 válvulas e exatos 649 cm3 recebeu alterações que visaram aumentar a entrega de potência em médias rotações. A potência máxima é de 88,4 cv à 11.500 rpm o torque é de 6,13 kgm.f a 8.000 rpm.

As modificações realizadas no motor para a obtenção deste novo “caráter” envolveram o redesenho dos pistões, que preservam a saia assimétrica, e das câmaras de combustão. Idem com relação ao sistema de distribuição, no qual os comandos de válvulas, molas e corrente de acionamento foram ajustados para as novas características de potência e torque. Resta inalterado o sistema de acionamento de válvulas direto pelos comandos de válvulas, solução que é responsável pela compacidade da região do cabeçote.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Conheça os diferentes tipos de iluminação automotiva

A iluminação automotiva é composta basicamente pelas lâmpadas de farol, sinalização e luz …