\"\"
 
O Ford Fusion 2013 incorpora várias tecnologias avançadas que aumentam o conforto dos ocupantes. Durante o seu desenvolvimento, os engenheiros da Ford testaram mais de 100 materiais e componentes aplicados no carro, principalmente em áreas manuseadas com mais frequência, como bancos, direção, apoios de braço, maçanetas e manopla do câmbio.
 
Além da sensação de temperatura e maciez ao toque, a pesquisa de materiais chega a detalhes como, por exemplo a eliminação de potenciais substâncias causadoras de reações em pessoas alérgicas. Por isso, o uso de substâncias como látex natural, cromo hexavalente (produto químico encontrado em corantes, tintas e plásticos), níquel e formaldeído foi evitado.
 
“A Ford desenvolve testes rigorosos em todas as substâncias usadas nos materiais dos veículos", diz Linda Schmalz, supervisora de Engenharia do Núcleo de Materiais da Ford.
 
Além dessa seleção apurada de materiais, a Ford utiliza filtros de ar na cabine dos veículos para impedir a entrada de poeira, esporos, fungos e pólen. Os filtros também reduzem a concentração de partículas como fumaça, fuligem e tabaco, protegem os componentes do sistema de climatização e garantem um ambiente mais limpo.

Aplicativo
 
A Ford também desenvolveu um aplicativo para o sistema multimídia SYNC, o "Allergy Alert", disponível nos Estados Unidos. Ele combina as informações de localização e destino do veículo, pelo GPS, e dados dos serviços de saúde para alertar o motorista sobre a presença de agentes alérgenos na região.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Segurança ainda maior no novo 911: Porsche Wet Mode

Alta estabilidade, mesmo na chuva. A oitava geração do Porsche 911 não é apenas mais poten…