O Novo Gol e o Novo Voyage serão equipados com a família de motores mais moderna do mercado brasileiro. O motor 1.0l de três cilindros Total Flex, da família EA211, é muito mais eficiente em termos de performance e economia de combustível. Premiado pela imprensa especializada brasileira, o motor 1.0l de três cilindros Total Flex está entre os mais eficientes do segmento, proporcionando uma melhoria de eficiência energética de até 11%, em relação ao modelo anterior. Por isso, o Novo Gol e o Novo Voyage mantêm a excelente Nota A (Selo Verde) no Programa Brasileiro de Etiquetagem do INMETRO.
Produzido em São Carlos, no interior de São Paulo, o motor EA211 tem 999 cm³ de cilindrada, capaz de rodar com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção. Sua potência máxima é de 75 cv (55 kW) a 6.250 rpm, quando abastecido com gasolina, e de 82 cv (60 kW) à mesma rotação, com etanol. O torque máximo é de, respectivamente, 9,7 kgfm (gasolina) e 10,4 kgfm (etanol), distribuídos na faixa de rotação de 3.000 rpm a 3.800 rpm. Já a partir de 2.000 rpm mais de 85% do torque máximo está disponível. Essa ampla faixa de distribuição do torque, que merece destaque por tratar-se de um motor sem sobrealimentação, melhora o desempenho em baixos regimes e dá fôlego para retomadas de velocidade. Além disso, combina perfeitamente com o câmbio de relações mais longas utilizado em modelos com o foco em economia de combustível.
A versão Highline do Novo Gol e Novo Voyage vem equipada com o consagrado motor 1.6 Total Flex, de até 104 cv (etanol) – versão Comfortline tem opções de motorizações 1.0 e 1.6. O motor 1.6 Total Flex é consagrado pelo sua robustez e eficiência energética. Esse motor recebeu ações de redução de atrito, em especial nos retentores das válvulas, do eixo comando e da flange do virabrequim. Essa redução de atrito proporciona menor consumo de combustível. Quando está abastecido com etanol (E100), a potência do motor 1.6l é de 104 cv (76 kW) a 5.250 rpm e o torque é de 15,6 kgfm (153 Nm) a 2.500 rpm. Quando está abastecido com gasolina (E22), a potência é de 101 cv (74 kW) a 5.250 rpm e o torque é de 15,4 kgfm (151 Nm) a 2.500 rpm.
Família de motores EA211 – Premiada pela imprensa brasileira
O motor EA211 foi desenvolvido segundo critérios de maior eficiência energética e menor consumo de combustível. Por isso optou-se pela configuração de três cilindros. Para assegurar seu desempenho, foi realizado intenso trabalho na redução de atrito dos componentes do motor e na aplicação de recursos tecnológicos exclusivos nessa faixa de cilindrada no mercado brasileiro.
O EA211 1.0l possui bloco e cabeçote feitos de alumínio, o que colabora para reduzir o peso do conjunto. Comparado a um motor de mesma cilindrada, mas com quatro cilindros, o novo EA211 é 24 kg mais leve.
 
 
A construção com três cilindros significa não apenas menor número de componentes – como biela, pistão e mancais –, como também menor perda de calor, o que aumenta sua eficiência térmica quando comparado a um motor de quatro cilindros.
Os cilindros têm maior diâmetro (são 74,5 mm, com 76,4 mm de curso), o que permite melhor enchimento da câmara de combustão. Combinada a essa característica está a vela de ignição colocada em posição central, entre as válvulas de admissão e escape, o que garante melhor frente de chama, maior velocidade e eficiência na queima da mistura ar-combustível e consequente maior eficiência térmica.
As bielas foram melhoradas e possuem desenho inovador. Cerca de 20% mais leves do que as convencionais, têm menor seção transversal e são guiadas no virabrequim.
A otimização da construção do motor está presente também na árvore de manivelas (virabrequim), que tem menor quantidade de contrapesos e o diâmetro de seus mancais principais reduzido. A massa total (peso) do componente foi reduzida, proporcionando menores inércia e atrito e aumentando a eficiência do conjunto.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ford Fund doa 9.000 máscaras para comunidades de São Paulo em projeto que gera renda para costureiras

Em parceira com a Aldeias Infantis SOS Brasil, a iniciativa faz parte do projeto Costura S…