O modo Sport muda instantaneamente vários parâmetros do SUV para proporcionar uma direção mais esportiva

O Edge ST, primeiro modelo da Ford no Brasil a ostentar a grife ST (Sports Technology), reservada a veículos de alta performance da marca, tem recursos feitos sob medida para empolgar quem gosta de uma direção mais inspirada. Um deles é o modo Sport, acionado pelo botão S no seletor da transmissão – veja o vídeo.

O motor EcoBoost 2.7 V6 biturbo do SUV gera nada menos que 335 cavalos de potência e 54,4 kgfm de torque. Com transmissão automática de oito velocidades e sistema inteligente de tração nas quatro rodas, ele acelera de 0 a 100 em 6,2 s e chega a 209 km/h.

No modo padrão, o Edge ST tem tração dianteira. Quando é necessária força extra, o sistema inteligente de tração nas quatro rodas aciona o conjunto interno de embreagem da transmissão, conectando as rodas traseiras ao trem de força. Isso é feito de forma rápida e sem interrupção – aumentando a tração em curvas rápidas e pistas escorregadias ou irregulares.

A suspensão reforçada é outro item que contribui para a condução firme do Edge ST. A calibragem das molas e amortecedores foi ajustada para proporcionar uma dinâmica de direção mais esportiva. As rodas de liga leve de 21 polegadas com pneus de alto desempenho, perfil 265/40, refinam a dirigibilidade em curvas.

No modo padrão (Drive), a entrega de potência do ST já surpreende. Mas um toque rápido no botão S da transmissão muda a dinâmica do carro instantaneamente. Veja o que acontece quando ele é acionado:

• A tela no painel muda de configuração e passa a exibir o conta-giros.
• O acelerador eletrônico ganha uma nova programação e torna a resposta do motor mais afiada, aumentando também a força do freio-motor. O ronco fica mais envolvente dentro da cabine.
• Os comandos de marcha na direção (paddle shifters) são habilitados para o controle manual. Ao mesmo tempo, a programação de trocas fica mais agressiva, segurando as marchas em rotação mais alta por mais tempo. As mudanças são mais rápidas para maximizar a aceleração.
• Nas reduções, o sistema de sincronização do trem de força aumenta o giro do motor para trocas mais rápidas e suaves (“rev-matching”).

O que acelera mais rápido também precisa reduzir. O Edge ST é equipado com freios a disco nas quatro rodas que oferecem excelente poder de parada e sensação de frenagem. O sistema de freio antibloqueio (ABS) aumenta o controle da direção em frenagens severas em diferentes condições de pista.

Artigos Relacionados
Leia mais em Destaques
Comentários estão fechados

Veja também

Livro de 25 anos da Audi do Brasil está disponível para download

Em abril, a marca encerra o ano de celebração dos 25 anos no Brasil “…ao som do ‘Tem…